Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
PELO 4º DIA CONSECUTIVO BRASIL REGISTRA MAIS DE MIL ÓBITOS POR COVID-19 – Quase 650 mil casos antes do pico a ser registrado nesta quinzena.

PELO 4º DIA CONSECUTIVO BRASIL REGISTRA MAIS DE MIL ÓBITOS POR COVID-19 – Quase 650 mil casos antes do pico a ser registrado nesta quinzena.

ULTRAPASSAMOS A ITÁLIA E NOS TORNAMOS O 3º PAÍS EM VITIMAS DA PANDEMIA. VEJA A SEGUIR O BALANÇO DA SEMANA.   CIENTISTAS
CIDADES COMEÇAM A REATIVAR O TRANSPORTE COLETIVO URBANO EM SC – Ônibus intermunicipal ainda sem previsão de retorno.

CIDADES COMEÇAM A REATIVAR O TRANSPORTE COLETIVO URBANO EM SC – Ônibus intermunicipal ainda sem previsão de retorno.

PREFEITOS DEFINEM CONDIÇÕES PARA OPERAÇÕES E OS CUIDADOS PARA EMPRESAS RETOMAREM OS SERVIÇOS COM MENOS RISCOS DE CONTAMINAÇÃO. Principais cuidados: 50% da
INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

SOL E CÉU CLAROS, MAS COM MUITO VENTO, APÓS A GEADA, TROUXERAM UMA SENSAÇÃO ATÉRMICA NEGATIVA EM 10 MUNICÍPIOS DAS
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

HÁ 20 ANOS QUE A NOSSA EDUCAÇÃO ESTÁ ENSINANDO CONTEÚDOS E FORMANDO GENTE PARA TAREFAS DO SÉCULO PASSADO. A ORGANIZAÇÃO E
CAMINHO NATURAL DA  EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

CAMINHO NATURAL DA EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

NAS MÃOS DE PROFISSIONAIS O SETOR SE TORNARIA MAIS PRODUTIVO E SEM INTERFERÊNCIA IDEOLÓGICA, PARTIDÁRIA E DE CONTEÚDOS EXÓTICOS. O Ensino
ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

BARRAGEM QUE ABASTECE CRICIÚMA E REGIÃO ESTÁ COM 10% DE SUA CAPACIDADE DE ESTOCAGEM. CIDADES, INDÚSTRIAS E AGRICULTURA PODEM TER
CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

DADOS IMPORTANTES REVELAM QUE DEPOIS DA PANDEMIA PROVAVELMENTE O MUNDO PRECISARÁ MUITO DE ALIMENTOS E O BRASILEIRO PRECISARÁ COMER E RECUPERAR SUA
FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

RAUL SEIXAS E SÍLVIO BRITO JÁ PREVIAM ISSO HÁ MAIS DE 30 ANOS: O DIA EM QUE A TERRA PAROU

Intervenção deve ser aprovada com folga – Mais de 60% a favor


tfx-plenario-real-da-camara-fede
Esta postagem foi publicada em 19 de fevereiro de 2018 Notícias em Destaques Slide Topo.

No começo desta tarde a Câmara dos Deputados começa a votar o Decreto de Intervenção Federal no Rio de Janeiro, para combater o banditismo e tentar restabelecer a ordem naquele Estado.

Provavelmente será o maior índice favorável a uma pauta dos últimos anos numa segunda-feria, quando não é muito comum quorum alto. A rigor, nem 30% da opinião pública devam ser contra a medida extrema do Governo Federal.

Cremos que apenas sejam contra os oportunistas, os adeptos do quanto pior melhor e quem vive à margem da Lei, a criminalidade.

O que se espera é que os resultados práticos de todo esse carnaval que se faz em terno da intervenção sejam muito melhores do que os obtidos nas 18 ações parecidas no Rio com os mesmos contingentes envolvidos, inclusive o Exército. O que se viu num ano de ações contra o crime no Rio foi um resultado praticamente nulo.

Provavelmente desta vez devem ter pensado melhor a forma de agir e em agentes mais interessados em realmente resolver os problemas.

O que é esperado, também, é que realmente o combate seja às causas e não aos efeitos, que parece ser a facilidade da chegada de contrabando, assaltos a cargas, armas e drogas no RJ.

Para se ter uma ideia se a gente observar bem há um contingente em torno de 270 mil homens nas polícias e nas Forças Armadas nas regiões Norte, Oeste e Sul, por onde deve circular o crime. No entanto, são mais de 360 mil no Sudeste, talvez onde esteja o X do problema.

É esperado que os resultados das operações que estão sendo preparadas agora sejam melhores do que as dos últimos 12 meses que não mudaram a situação em quase nada.

Mesmo logo após maciço aparato militar nas favelas, os bandidos exibiam armas, circulavam livremente e faziam até festa para comemorar aniversários de líderes do crime organizado. Desta vez, provavelmente pensaram algo diferente.


100 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-