Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
CASOS DE COVID-19 SE APROXIMAM DOS 600 E NÚMERO DE MORTES CONTINUA ALTO – Pico da pandemia pode ocorrer na primeira quinzena deste mês.

CASOS DE COVID-19 SE APROXIMAM DOS 600 E NÚMERO DE MORTES CONTINUA ALTO – Pico da pandemia pode ocorrer na primeira quinzena deste mês.

VEJA A SEGUIR O BALANÇO DA SEMANA. CIENTISTAS TEMEM QUE FLEXIBILIZAÇÃO INDISCRIMINADA LEVE À CONTAMINAÇÃO DESCONTROLADA. HISTÓRICO DA SEMANA: Hoje, 04/05 -
INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

SOL E CÉU CLAROS, MAS COM MUITO VENTO, APÓS A GEADA, TROUXERAM UMA SENSAÇÃO ATÉRMICA NEGATIVA EM 10 MUNICÍPIOS DAS
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

HÁ 20 ANOS QUE A NOSSA EDUCAÇÃO ESTÁ ENSINANDO CONTEÚDOS E FORMANDO GENTE PARA TAREFAS DO SÉCULO PASSADO. A ORGANIZAÇÃO E
CAMINHO NATURAL DA  EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

CAMINHO NATURAL DA EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

NAS MÃOS DE PROFISSIONAIS O SETOR SE TORNARIA MAIS PRODUTIVO E SEM INTERFERÊNCIA IDEOLÓGICA, PARTIDÁRIA E DE CONTEÚDOS EXÓTICOS. O Ensino
ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

BARRAGEM QUE ABASTECE CRICIÚMA E REGIÃO ESTÁ COM 10% DE SUA CAPACIDADE DE ESTOCAGEM. CIDADES, INDÚSTRIAS E AGRICULTURA PODEM TER
CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

DADOS IMPORTANTES REVELAM QUE DEPOIS DA PANDEMIA PROVAVELMENTE O MUNDO PRECISARÁ MUITO DE ALIMENTOS E O BRASILEIRO PRECISARÁ COMER E RECUPERAR SUA
FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

RAUL SEIXAS E SÍLVIO BRITO JÁ PREVIAM ISSO HÁ MAIS DE 30 ANOS: O DIA EM QUE A TERRA PAROU
O DESAFIO DA RECUPERAÇÃO DO PAÍS APÓS A PANDEMIA – Infraestrutura, recuperação de empresas e competitividade.

O DESAFIO DA RECUPERAÇÃO DO PAÍS APÓS A PANDEMIA – Infraestrutura, recuperação de empresas e competitividade.

APÓS VENCIDA A BATALHA PELA VIDA E AS REFORMAS, VEM A BUSCA DA CONFIANÇA DE INVESTIDORES INTERNACIONAIS PARA RECUPERAÇÃO DA

Biblioteca Pública Municipal é beneficiada com trabalho voluntário de adolescentes


Esta postagem foi publicada em 8 de fevereiro de 2018 Notícias em Destaques Slide Topo.

Em janeiro deste ano tivemos o dobro de empréstimos em relação ao mesmo período de 2017, assim como novos cadastros e leitores frequentadores do espaço, um reflexo do apoio da sociedade.
—  – Rosangela Raitz

Uma comunidade pode alcançar índices surpreendentes quando públicos de distintas faixas etárias se mobilizam para elevar seu grau educacional, literário e intelectual. É um trabalho árduo desenvolvido nas escolas, igrejas, grupos ideológicos e deve ser cotidiano em outros tipos de ambiente. A leitura é um dos principais vieses de abertura para a interpretação, compreensão e dimensionamento rumo a um futuro promissor ao considerar o contexto da ilimitação física e psicológica. Portanto, pode-se chegar mais longe através das capacidades exercidas com a colaboração direta das histórias contidas nas páginas de um livro, além de se ampliar o vocabulário, a percepção do mundo em si e as habilidades neurológicas, de raciocínio, cognitivas e memoriais. A Biblioteca Pública Municipal Carlos Dorval Macedo é uma prova da união de esforços em favor da educação de forma evoluída e aprofundada. Nos dias atuais, com a invasão das redes sociais na vida do planeta, todo dia é de desafio para atrair a atenção de crianças e adolescentes às histórias no papel.

A bibliotecária Wemylinn Andrade e a responsável por projetos na Biblioteca Municipal, Rosangela Raitz, alimentavam a ideia de ser desenvolvido um projeto de voluntariado devido ao interesse de alguns leitores. Foi quando uma aluna chamada Júlia, na época frequente do 2º ano do ensino médio, sugeriu uma parceria entre a Biblioteca e o Colégio Santa Rosa de Lima, já que a instituição prevê que os estudantes cumpram 40 horas de voluntariado como requisito parcial de aprovação no ensino médio.

O trabalho voluntário é definido pela Lei 9.608/1998 como a atividade não remunerada prestada por pessoa física e entidade pública de qualquer natureza, ou à instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade.

O projeto Ação Voluntária, desenvolvido na Biblioteca Pública, tem por objetivo proporcionar aos voluntários conhecimentos específicos em relação ao trabalho realizado no local e todo acervo. As atividades desempenhadas pelos voluntários na Biblioteca são as rotinas de trabalho, como auxílio na guarda de livros, leitura de estantes, organização de layout e atendimento ao público. “Os alunos auxiliaram também no desenvolvimento de uma logomarca para a biblioteca, o nome do projeto e as artes gráficas para divulgação dos trabalhos internos – com dicas sobre a disponibilização de protetores auriculares para concentração na leitura, Wi-Fi, devolução de livros e passo a passo sobre a carteirinha. A participação dos alunos é excelente para o nosso trabalho”, reitera Rosangela Raitz.

 

O começo

Em setembro de 2017, os alunos Francine, Júlia, Luísa e Vítor iniciaram no projeto. As atividades são realizadas entre duas e quatro horas semanais, com ajustes conforme o horário de aula de cada estudante. Em dezembro foi a vez de a aluna Laura ingressar no projeto. No primeiro mês deste ano os voluntários aproveitaram o tempo livre das férias para finalizar as horas obrigatórias.

 

Interessados

O projeto segue aberto e não há data limite para término. Os alunos e leitores interessados devem procurar a Biblioteca para informações adicionais. “Em janeiro deste ano tivemos o dobro de empréstimos em relação ao mesmo período de 2017, assim como novos cadastros e leitores frequentadores do espaço, um reflexo do apoio da sociedade”, comemora Rosangela.

Carteirinha para empréstimo

O leitor tem direito ao empréstimo de quatro livros do acervo geral e mais quatro da literatura infanto-juvenil por até dez dias, podendo ser renovado quantas vezes forem necessárias. A prorrogação pode ser solicitada pessoalmente ou por telefone.

Para ter acesso basta dirigir-se à Secretaria da Biblioteca portando um documento com foto e preencher o formulário informando número de RG, CPF, endereço e CEP. Há uma contribuição espontânea de R$ 6 por ano. O cadastro vale por um ano e assim que vencer poderá ser renovado.

A Biblioteca Pública, coordenada pela Secretaria da Educação, possui aproximadamente 50 mil exemplares. Está localizada no Parque Jonas Ramos (Tanque) e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h ao meio-dia e das 14h às 18h. Contato: 3223-8057.

Fotos: Biblioteca Pública Carlos Dorval Macedo/Divulgação


99 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-