STF MARCA JULGAMENTO DO FORO PRIVILEGIADO – E Palocci vai falar mais: fecha acordo para delatar mais gente

STF MARCA JULGAMENTO DO FORO PRIVILEGIADO – E Palocci vai falar mais: fecha acordo para delatar mais gente

POLÍTICOS E O PT SE ARREPIAM:

STF IRÁ JULGAR O FORO PRIVILEGIADO E EX-MINISTRO PALOCCI VAI ABRIR MAIS A BOCA. JÁ DISSE QUE SABE COISAS QUE INTERESSAM A MORO E AO PAÍS.

O STF pautou para o dia 15 de maio o julgamento do Foro Privilegiado. Será numa ação de um deputado do PP, Nelson Meurer, através da 2ª Turma. Essa matéria é dentro de um pedido do ministro Luiz Barroso, que pretende limitar o foro privilegiado apenas para crimes cometidos no mandato e dentro das atividades do cargo.

Depois de Nelson Meurer, será a vez do julgamento da senadora Gleise Hoffmann, acusada de caixa 2. O assunto é o mais esperado pela Operação Lava Jato e será a primeira vez que irá a julgamento na Corte Suprema e o deputado Nelson Meurer será o primeiro político a ser julgado após o início da Lava Jato.

Caso a matéria tenha definição pela aplicação do Foro Privilegiado só para crimes relativos ao exercício do cargo, quase 80% das ações que estão no Supremo descem para a Primeira Instância, isto é, para as mãos do juiz Sérgio Moro.

Há processos que prescrevem no STF devido ao número e aos recursos. Muita gente passa dois mandatos e o processo não é julgado, por causa do benefício do Foro Privilegiado, o que garfante a impunidade.

Outro assunto que deve estremecer as estruturas dos partidos, especialmente do PT que tem o ex-presidente Lula preso, é o acordo de delação premiada feito entre o ex-ministro Antônio Palocci e a Polícia Federal. Mesmo sem o aval do Ministério Púbico Federal, o acordo está sendo fechado.

O ex-ministro prometeu abrir ao máximo a boca. Isso arrepia todo mundo, tanto políticos do PT, como de outros partidos, e especialmente deve preocupar mais ainda o ex-presidente Lula. Palocci era quem operava o esquema de propina, sob a ordem do Palácio do Planalto.