Coluna Eron J. Silva 10/05/18

Coluna Eron J. Silva 10/05/18

Prefeituras terão acesso a recursos federais.

O Governo aprovou no dia 06 a liberação de recursos aos Estados e Municípios da ordem de R$4 bilhões. São compensações financeiras. Os recursos não comprometerão a meta do teto de gastos e servirão para dar mais fôlego às Prefeituras e aquecer a economia. Os Municípios são os maiores parceiros da União na missão de operacionalizar os projetos na Educação, na Saúde, na habitação e na Infraestrutura. Os mais organizados terão mais facilidades de acesso aos recursos a serem liberado ainda este mês. Resta saber se os prefeitos inoperantes, incompetentes e que desperdiçam dinheiro irão fazer direito sua parte.

Foto 2

Campanha regional será reeditada.

Este no a campanha “Serrano vota em Serrano” será comandada pela Vice-Presidência da Serra da FACISC, uma entidade lá de fora, porque as entidades locais ainda não se decidiram. O coordenador deverá ser o Vice-Presidente da Serra da FACISC, Antônio Carlos Floriani, que já coordenou essa mobilização por duas vezes. Recentemente foi realizada uma reunião em Lages, na ACIL, com a presença de representantes de Associações Comerciais e Industriais de Lages, São Joaquim e Otacílio Costa.

Foto 3

ENEM está com inscrições abertas.

A principal porta de entrada na Universidade – o ENEM – está com as inscrições abertas. Os mais de 7,5 milhões de candidatos deverão se inscrever até o próximo dia 18.  As provas serão nos dias 4 e 11 de novembro. A duração da primeira etapa será de 5 horas. Na segunda etapa a duração aumentou para 5 horas e meia, devido à Matemática. Como sempre, as provas mais temidas serão a de Matemática e a de Línguas: Portuguesa com a redação e uma língua estrangeira. Boa parcela dos inscritos que comprovem carência social poderão solicitar isenção da taxa de inscrição de R$ 82,00. A tendência é o resultado registrar mais surpresas negativas ainda. Cada vez mais o ensino fundamental, o básico e o médio se deterioram. Além do chamado avanço progressivo, que aprova alunos até sem saber nada, agora o Ensino Médio (2º Grau) perde cada vez mais incentivo e já se pensa em torná-lo à distância. Se hoje a maioria dos alunos não consegue interpretar direito um texto de 10 linhas, imagina só quando as aulas não forem mais presenciais?