PROCON DETECTA DEFLAÇÃO – pesquisa atingiu 21 produtos da cesta básica

PROCON DETECTA DEFLAÇÃO – pesquisa atingiu 21 produtos da cesta básica

Pesquisa do Procon revela que nos últimos 12 meses, o preço da cesta básica oscilou entre R$ 233,18 e R$ 218,73. Apresentando uma deflação acumulada de 6,60%/ano

Conforma a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, em fevereiro, na pesquisa desenvolvida nos dias 26 e 27, pelo Programa de Defesa do Consumidor (Procon), constatou-se aumento de preço em 21 produtos básicos, do total de 41 comumente adquiridos nos nove principais supermercados de Lages. Em contrapartida, 20 tiveram seu valor diminuído em relação à pesquisa realizada em janeiro deste ano.

 

ANEXO: Veja mais informações no anexo abaixo.

Ontem o Executivo do Procom, Júlio Borba, esclareceu que, proporcionalmente, os itens de maior acréscimo foram o quilo da laranja pêra, com preço médio de R$ 1,68 para R$ 2,14 (aumento de 27,38%) e o quilo da farinha de mandioca, com preço médio de R$ 4,29 para R$ 5,01, portanto, aumento de 11,33% em relação à pesquisa anterior.

Por outro lado, o desinfetante de pinho (500 mililitros) passou por um decréscimo de 24,87%. Seu preço médio era de R$ 2,51 e agora é de R$ 2,01 e o café em pó (500 gramas) teve uma redução de 12,22%, pois era de R$ 8,63 e atualmente foi cotado a R$ 7,69. “O preço médio da cesta básica pesquisa apresentou uma queda de R$ 0,58. Era de R$ 219,31 em janeiro de 2018 e passou para R$ 218,73 agora em fevereiro, demonstrando uma estabilidade nos preços. Nos últimos 12 meses, o preço da cesta básica oscilou entre R$ 233,18 e R$ 218,73, apresentando uma deflação acumulada de 6,60%/ano”, detalha Júlio Borba