Fator de risco ao pedestre

Fator de risco ao pedestre

Há muito para os planos de governo dos candidatos a prefeito, como, prever para a segurança do pedestre em nossa mobilidade urbana. Lages é uma das cidades onde mais cresceu em fluxo de automóveis no Estado. Na última década, praticamente dobrou o número de veículos na zona urbana. O sistema de trânsito até que acompanhou a evolução moderna em alguns aspectos, porém, há muito para fazer em termos de planejamento e melhorias na segurança às pessoas.

Segundo a Lei, onde não há sinaleira e existe faixa de segurança a preferencial é do pedestre. Logo, o motorista deve parar quando há gente querendo atravessar a pista. Isso não acontece nem nas ruas secundárias, menos ainda em avenidas, vias expressas e outros pontos críticos. Portanto, a faixa de segurança, ao contrário, invés de dar segurança é um fator de risco. O pedestre pode imaginar que o motorista vai parar e isso não acontece. O risco é o primeiro motorista parar e a pessoa seguir e ser atropelada pelo próximo, como já ocorreu por várias vezes.

 

 

Foto retira do site: http://portal.revistavisao.com.br/