COPA SUL BRASILEIRA DE FUTSAL – Leoas da Serra fazem bonito.

COPA SUL BRASILEIRA DE FUTSAL – Leoas da Serra fazem bonito.

Mais uma vez o time lageano das Leoas da Serra fez uma final eletrizante. Marcou 26 gols em 4 jogos e levantou a Copa Sul Brasileira

As Leoas e mais três times catarinenses e três gaúchos disputaram a Copa Sul Brasileira no Ginásio Capingui, em Passo Fundo.

As disputam foram em jogos realizados sábado e domingo. As meninas de Lages estrearam contra a forte Malgi, de Pelotas, que venceram por 3×1. Confirmaram a vaga na final, ao golear o Cometa Futsal, de Rodeio Bonito, por 12×0.

O Malgi venceu ao Cometa no outro jogo da chave, de virada per 4 a 2, garantindo a segunda vaga na semi final.

A Female, de Chapecó, estreou vencendo o Rondofrio de Cordilheira Alta, por 7×2; o Rondofrio se recuperou ao vencer donas da casa por 5×3 e se assegurou na semifinal como segundo do grupo; a liderança da chave foi confirmada pela Female, no último jogo de sábado, ao bater o Liverpool por 8×1.

O ponto alto da competição foi no domingo, às 8 da manhã, quando as Leoas venceram a semifinal contra o Rondofrio por 8×0.

Nesta partida foram poupadas as atletas  Diana e Tiga, e Amandinha jogou apenas o primeiro tempo. Foi visando segurar energias para a decisão.

A Female e a Malgi fizeram a outra semifinal, com vitória das chapecoenses que aplicaram 3×0 nas gaúchas.

O título foi decidido da seguinte foram: na parte da tarde, na decisão do terceiro lugar, a Malgi assegurou o posto ao golear o Rondofrio por 9×2.

A finalíssima da Copa foi logo depois, reeditando o maior clássico do futsal feminino nacional da atualidade: Leoas da Serra contra Female Futsal.

O técnico das Leoas, Anderson Esquerda, começou a partida com Bia, Diana, Amanda, Luiza e Amandinha, enquanto pela Female Éder Popiolski escalou Gabriela, Brenda, Tainara, Rossato e Nega. A primeira chance foi das Leoas, com Diana perdendo após rebote de Gabriela, e depois Amanda quase marcou em grande lance de Amandinha. A Female chegou com Brenda e Bia defendeu em dois tempos.

As primeiras trocas aconteceram e as Leoas seguiram atacando mais. Mayara chutou duas vezes para defesas de Gabriela, primeiro com os pés e depois espalmando. Bia salvou frente a frente com Vivi, mas logo depois Nega abriu o placar de cabeça em bola alçada por Gabriela: Female 1×0. A vantagem durou 10 segundos, pois Amanda roubou uma bola e soltou a canhota no canto esquerdo baixo: 1×1. A mesma Amanda quase virou o jogo no lance seguinte, e depois perdeu o segundo gol em passe de Amandinha. Mayara também quase virou o jogo em passe de Amandinha e depois Luiza acertou uma bomba no travessão. A pressão deu resultado e a virada veio em jogada de Mayara que Rossato tentou cortar e fez contra: 2×1 para as Leoas. Luiza por pouco não amplia no lance seguinte, acertando outra vez a trave, e 2×1 foi mesmo o placar da primeira etapa.

O segundo tempo iniciou com as Leoas buscando o contra ataque e Diana teve o terceiro gol à sua frente, mas Gabriela defendeu. No lance seguinte Diana não perdoou: recebeu grande passe de Amandinha e de canhota acertou a gaveta: Leoas 3×1. Thais e Amanda estiveram por marcar em chutes de meia distância, pressionando ainda mais a Female, que faltando oito minutos lançou Rossato como goleira linha.

A estratégia funcionou. Em roubada de bola Tainara descontou para 3×2 e depois Brenda empatou em 3×3 a dois minutos do fim. O jogo ficou eletrizante, com chances de parte a parte, porém, sem mais gols com a bola rolando, a decisão foi para os pênaltis.

A Female converteu duas cobranças, até que Bia defendeu o chute de Brenda. Luiza e Diana já haviam marcado pelas Leoas quando a canhota Mayara cobrou o pênalti decisivo deslocando Gabriela e deu o título ao time lageano. Esta foi a primeira conquista das Leoas na temporada e as mesmas equipes voltam a se enfrentar decidindo a Supercopa do Brasil de Futsal, com jogos dias 21 de abril em Lages e dia 28 em Chapecó.