CANDIDATURAS PODERÃO SE DESIDRATAR – Sucessão presidencial terá mais de 10 chapas. E as atuais não permanecerão infladas

CANDIDATURAS PODERÃO SE DESIDRATAR – Sucessão presidencial terá mais de 10 chapas. E as atuais não permanecerão infladas

Algumas pré-candidaturas de agora poderão murchar tipo maracujá de geladeira. Não se surpreenda se ao invés da bipolarização entre a extrema direita e a extrema esquerda a disputa ainda vier acontecer no centro. A expectativa é de que certamente serão mais de 10 chapas disputando a Presidência da República.

Pessoalmente entendo que que Algumas pré-candidaturas como a de Lula e de Bolsonaro estão em alta por duas razões: contam com um universo garantido em torno dos 25% dos eleitores e porque estão há muito mais tempo na rua.

Experimentados analistas preveem que a se confirmarem, algumas candidaturas poderão se desidratar ao longo do caminho. Agora é uma coisa, mas na campanha é outra. Ciro Gomes, Álvaro Dias, Fernando Collor, Marina Silva, Geraldo Alckmin e Rodrigo Maia só agora chegaram à rua. Entre eles, talvez Alckmin consiga se inflar.

Aqui no ernportal.com.br cremos que o nome do próximo presidente talvez ainda nem esteje entre os citados pela grande mídia.

Por outro lado, é bom lembrar que nesta eleição não haverá muito a influência do poder econômico. Especialmente de bancos e empreiteiras. A menos que ainda venham a encontrar uma forma de trazê-los, a decisão será mesmo entre as propostas que convencerem o eleitor de que darão jeito no déficit público. Então, a batalhes será travada entre as propostas e as promessas. Tomara que não vença uma das promessas mais irresponsáveis.

Caso não haja esvaziamento das chapas atualmente infladas, outra previsão é a de que a disputa poderá acontecer entre os polos de extrema direita e de extrema esquerda. Parece que o centro estaria com dificuldade para emplacar alguém no segundo turno.