Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
PELO 4º DIA CONSECUTIVO BRASIL REGISTRA MAIS DE MIL ÓBITOS POR COVID-19 – Quase 650 mil casos antes do pico a ser registrado nesta quinzena.

PELO 4º DIA CONSECUTIVO BRASIL REGISTRA MAIS DE MIL ÓBITOS POR COVID-19 – Quase 650 mil casos antes do pico a ser registrado nesta quinzena.

ULTRAPASSAMOS A ITÁLIA E NOS TORNAMOS O 3º PAÍS EM VITIMAS DA PANDEMIA. VEJA A SEGUIR O BALANÇO DA SEMANA.   CIENTISTAS
CIDADES COMEÇAM A REATIVAR O TRANSPORTE COLETIVO URBANO EM SC – Ônibus intermunicipal ainda sem previsão de retorno.

CIDADES COMEÇAM A REATIVAR O TRANSPORTE COLETIVO URBANO EM SC – Ônibus intermunicipal ainda sem previsão de retorno.

PREFEITOS DEFINEM CONDIÇÕES PARA OPERAÇÕES E OS CUIDADOS PARA EMPRESAS RETOMAREM OS SERVIÇOS COM MENOS RISCOS DE CONTAMINAÇÃO. Principais cuidados: 50% da
INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

SOL E CÉU CLAROS, MAS COM MUITO VENTO, APÓS A GEADA, TROUXERAM UMA SENSAÇÃO ATÉRMICA NEGATIVA EM 10 MUNICÍPIOS DAS
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

HÁ 20 ANOS QUE A NOSSA EDUCAÇÃO ESTÁ ENSINANDO CONTEÚDOS E FORMANDO GENTE PARA TAREFAS DO SÉCULO PASSADO. A ORGANIZAÇÃO E
CAMINHO NATURAL DA  EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

CAMINHO NATURAL DA EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

NAS MÃOS DE PROFISSIONAIS O SETOR SE TORNARIA MAIS PRODUTIVO E SEM INTERFERÊNCIA IDEOLÓGICA, PARTIDÁRIA E DE CONTEÚDOS EXÓTICOS. O Ensino
ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

BARRAGEM QUE ABASTECE CRICIÚMA E REGIÃO ESTÁ COM 10% DE SUA CAPACIDADE DE ESTOCAGEM. CIDADES, INDÚSTRIAS E AGRICULTURA PODEM TER
CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

DADOS IMPORTANTES REVELAM QUE DEPOIS DA PANDEMIA PROVAVELMENTE O MUNDO PRECISARÁ MUITO DE ALIMENTOS E O BRASILEIRO PRECISARÁ COMER E RECUPERAR SUA
FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

RAUL SEIXAS E SÍLVIO BRITO JÁ PREVIAM ISSO HÁ MAIS DE 30 ANOS: O DIA EM QUE A TERRA PAROU

QUEIJO ARTESANAL SERRANO ABRE CAMINHO PARA INDICAÇÃO GEOGRÁFICA


Esta postagem foi publicada em 7 de agosto de 2017 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Três volumes de documentos fruto de vários anos de pesquisas e catalogação de dados resultou no dossiê que pleiteia a Indicação Geográfica (IG) do Queijo Artesanal Serrano (QAS), foram entregues ao chefe da Seção de Difusão Regional de Santa Catarina, do Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI, Araken Alves de Lima. A solenidade aconteceu nesta sexta-feira (04) durante Seminário de Indicação Geográfica, no Orion Parque Tecnológico.

Duas palestras ilustraram os anos de pesquisas conjuntas entre a Epagri e a Emater – Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Sul, até compor o dossiê que foi entregue para análise pelo Instituto Nacional de da Propriedade Industrial. O processo vai embasar a avaliação da instituição sobre concessão ou não da indicação.

Participaram da solenidade o presidente da Epagri Luiz Ademir Hessmann, secretário da ADR de Lages João Alberto Duarte, o adjunto da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo do Rio Grande o Sul Iberê de Mesquita Orsi, prefeito de Lages Antônio Ceron, presidente da Amures Luiz Carlos Xavier, deputado estadual Gabriel Ribeiro, representando a Coordenação de Incentivo à Indicação Geográfica de Produtos Agropecuários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa, Patrícia Saraiva, diretor técnico da Emater RS, Lino Moura e dentre outras autoridades, o presidente da Federação das Associações de Produtores de Queijo Artesanal Serrano de SC e RS (Faproqas), Luiz Carlos da Luz Córdova.

Mais de 300 pessoas principalmente produtores de queijos prestigiaram a solenidade, pois esta poderá ser a primeira certificação desta natureza para queijos do Brasil. A região geográfica delimitada como produtora do QAS abrange os Campos de Cima da Serra e compreende os 18 municípios da Amures e 16 da região nordeste do RS, totalizando 34 mil quilômetros quadrados.

São aproximadamente 3,5 mil famílias, sendo 2.000 em Santa Catarina e 1.500 no Rio Grande do Sul, que produzem o queijo utilizando somente leite da propriedade. Ele faz parte da tradição, da alimentação e da renda das famílias da região desde 1.700. Agora é aguardar a análise e o parecer definitivo do Instituto Nacional de Propriedade Industrial para que o Queijo Artesanal Serrano se transforme em referência nacional de Indicação Geográfica.
Oneris Lopes
Jornalista (DRT – 4347/SC) – AMURES
Associação dos Municípios da Região Serrana


398 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-