Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
NOVA POLÍTICA, NOVAS PRÁTICAS, NOVA CONSCIÊNCIA – Deputado reduz metade dos assessores e economia pode manter escola de até 1.000 alunos.

NOVA POLÍTICA, NOVAS PRÁTICAS, NOVA CONSCIÊNCIA – Deputado reduz metade dos assessores e economia pode manter escola de até 1.000 alunos.

SUA MAIS RECENTE MEDIDA OUSADA: EXIGÊNCIA DE EXAMES TOXICOLÓGICOS NA HORA DA MATRÍCULA DO ACADÊMICO DA UNIVERSIDADE PÚBLICA. O mesmo deputado
QUAL A ORIGEM DO NOSSO SUBDESENVOLVIMENTO, SINÔNIMO DE MISÉRIA E IGNORÂNCIA? Seria porque já nascemos com o espírito derrotista para herdar o Reino dos Céus?

QUAL A ORIGEM DO NOSSO SUBDESENVOLVIMENTO, SINÔNIMO DE MISÉRIA E IGNORÂNCIA? Seria porque já nascemos com o espírito derrotista para herdar o Reino dos Céus?

O FATO É QUE FOI BEM NESSA ESCOLA DE BERÇO QUE FOMOS ESTIMULADOS A CULTUAR A POBREZA E A MISÉRIA.
EDITORIAL: SERVIÇOS AUTÔNOMOS – TÁBUA DE SALVAÇÃO DOS EXCLUÍDOS PELO MERCADO – Emprego fichado (fixado) está em extinção devido aos encargos.

EDITORIAL: SERVIÇOS AUTÔNOMOS – TÁBUA DE SALVAÇÃO DOS EXCLUÍDOS PELO MERCADO – Emprego fichado (fixado) está em extinção devido aos encargos.

QUEM DIRIA! SER VENDEDOR OU AUTÔNOMO DEIXA DE SER FEIO! VIRA MODA E COMEÇA A SALVAR A ECONOMIA, A PÁTRIA
SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL DE CRICIÚMA – Comunicadores e apresentadores dessa fórmula de sucesso e de mudança de vida.

SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL DE CRICIÚMA – Comunicadores e apresentadores dessa fórmula de sucesso e de mudança de vida.

O ESTILO DE ATUAÇÃO, PRESENCIAL E VIRTUAL, DOS PRINCIPAIS GERENTES E APRESENTADORES DE OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO E DE PRODUTOS. A Forever é
GOVERNADOR MOISÉS CUMPRE AGENDA NO SUL – Anuncia recursos e inaugura trecho de estrada.

GOVERNADOR MOISÉS CUMPRE AGENDA NO SUL – Anuncia recursos e inaugura trecho de estrada.

NESTA SEXTA, 13, PARTICIPOU DE EVENTO BENEFICENTE DA "Nova Ama", QUANDO ANUNCIOU AJUDA FINANCEIRA. A agenda em Criciúma (sexta) e no
UM LUGAR QUALIFICADO E DE FUTURO PROMISSOR – Criciúma/SC tende a ser uma das melhores cidades para se viver, em 10 anos.

UM LUGAR QUALIFICADO E DE FUTURO PROMISSOR – Criciúma/SC tende a ser uma das melhores cidades para se viver, em 10 anos.

ANDA A PASSO ACELERADO EM TRÊS FRENTES: INFRAESTRUTURA, EDUCAÇÃO E SAÚDE. AGORA DEVE DESCOBRIR NO TURISMO O SEU 4º PILAR. Com
CONHEÇA UM FENÔMENO INTERNACIONAL EM FOLCLORE E ARTES POPULARES – Um espetáculo em coreografia, visual, ritmo, técnica e vigor físico.

CONHEÇA UM FENÔMENO INTERNACIONAL EM FOLCLORE E ARTES POPULARES – Um espetáculo em coreografia, visual, ritmo, técnica e vigor físico.

PELA PRIMEIRA VEZ NO BRASIL, O GRUPO ESTÁ EM CRICIÚMA SE APRESENTANDO NA 31ª FESTA DAS ETNIAS. Veja agora um breve
CHOQUES NAS CULTURAS COLONIAIS – Diferenças entre as colonizações Norte Americanas e as Sul Americanas/Brasil.

CHOQUES NAS CULTURAS COLONIAIS – Diferenças entre as colonizações Norte Americanas e as Sul Americanas/Brasil.

AS LÁ DE CIMA FORAM BASEADAS NO TRABALHO E AS DAQUI DE BAIXO NA FÉ PREGADA POR CATÓLICOS. Ao analisarmos as

PESQUISA DIZ QUE SOMOS ANALFABETOS – E que vamos demorar 270 anos para ler mais e 70 para melhorar na Matemática


DSC04271
Esta postagem foi publicada em 2 de março de 2018 Destaques 3, Notícias em Destaques Slide Topo.

Pesquisa do Banco Mundial revela que os brasileiros têm pequeno hábito de leitura e baixo desempenho nos cálculos matemáticos. E que a escola é equivocada.

Esse estudo prevê que o brasileiro vai demorar mais de 270 anos para se acostumar a ler mais e mais 70 para aumentar sua habilidade nos cálculos matemáticos.

A pesquisa compara nosso hábito de ler e nossa desenvoltura nos cálculos, com a performance nesses dois campos nos povos de países desenvolvidos.

Aqui no Brasil, os técnicos, pensadores e representantes de entidades ligadas à Educação, tentam explicar as causas do atraso, especialmente entre adolescentes e jovens, no aproveitamento escolar.

Segundo eles, trata-se de uma crise da aprendizagem decorrente de diversos fatores. Um deles foi a maior preocupação das políticas públicas do setor, nos últimos 15 anos, com a construção de paredes e a criação de escolas do ensino médio e universidades.

A princípio, houve significativo aumento na clientela para ocupar as vagas. Mas, como não houve muita preocupação com o recheio, ou seja, com a qualidade da missão interior, o resultado foi evasão e pouco aproveitamento por parte de quem permanece lá.

Possíveis causas: falta de projetos pedagógicos sustentáveis, formação eficaz do professor, melhores salários, criação na escola de uma cultura voltada para o lazer, esportes, saúde corporal, comunicação e expressão. Também falta oferta extracurricular para o desenvolvimento pessoal já a partir da pré-escola.

O que fazer: investir mais no professor, criar melhores condições de trabalho, dar treinamento, qualificar e requalificar.

Para os alunos: entre outros, falta criar a cultura da eficiência e da eficácia, da responsabilidade com as lições internas e externas, respeito ao professor e vontade de crescer e até de empreender.

Conseqüência dos equívocos das políticas educacionais: evasão escolar e salas ociosas, professores fazendo de conta que ensinam e alunos fazendo de conta que aprendem.

Afirmativa desoladora: 80% das crianças abaixo dos sete anos são analfabetas.

Resultado mais triste: a produção pela escola de trabalhadores e profissionais de baixa produtividade, conseqüentemente, de entidades econômicas (empresas) que avançam pouco e de uma economia que, basicamente, oferta de produtos de baixo valor agregado – as commódities – e que vive cíclicas ou periódicas crises.

Conclusão nua e crua: o Brasil está entre as 10 maiores economia do Planeta, mas na aprendizagem aparece depois daquela dos 50 países mais desenvolvidos, ricos.


208 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-