Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE IMPORTÂNCIA DA ARAUCÁRIA – Uma fonte de renda, emprego e desenvolvimento social sem abdicar da sustentabilidade.

AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE IMPORTÂNCIA DA ARAUCÁRIA – Uma fonte de renda, emprego e desenvolvimento social sem abdicar da sustentabilidade.

O tema foi oportuno devido à importância do pinhão (semente da araucária ) como elemento essencial da maior festa cultural
HÁ UNIVERSIDADE QUE TEM ORÇAMENTO QUASE IGUAL AO DE UMA CAPITAL – Palmas para o jornalista que revelou isto.

HÁ UNIVERSIDADE QUE TEM ORÇAMENTO QUASE IGUAL AO DE UMA CAPITAL – Palmas para o jornalista que revelou isto.

Florianópolis tem 480 mil habitantes e um orçamento de R$ 2,1 bilhões; a UFSC tem 70 mil pessoas envolvidas e
SABORES DA SERRA CATARINENSE/SC – O Entrevero: prato simples, mas com sabor sofisticado.

SABORES DA SERRA CATARINENSE/SC – O Entrevero: prato simples, mas com sabor sofisticado.

No "esquenta" das reportagens que o Portal prepara sobre a Festa do Pinhão que vem ai, vamos ao prato que
FRIO PODE TRAZER NEVE NO FIM DE SEMANA EM SC – Fenômeno deve até fechar estradas e há risco de mais chuvas e tornado.

FRIO PODE TRAZER NEVE NO FIM DE SEMANA EM SC – Fenômeno deve até fechar estradas e há risco de mais chuvas e tornado.

Modelos de números meteorológicos preveem Neve Joaquina ainda este mês e ocorrência de fortes geadas. Desta vez não será a Neve
O BRASIL É UMA TAÇA COM 2/3 CHEIOS; MAS SÓ FALAMOS DO 1/3 VAZIO – Até parece que não acontece nada que seja sucesso!

O BRASIL É UMA TAÇA COM 2/3 CHEIOS; MAS SÓ FALAMOS DO 1/3 VAZIO – Até parece que não acontece nada que seja sucesso!

Não dá mais nem para ver notícia porque só se potencializa o que deu errado. As pessoas já saem de
SEM BASE PARLAMENTAR GOVERNO SÓ VAI ENXUGAR GELO – O Sistema é o Presidencialismo que na verdade é um Parlamentarismo disfarçado.

SEM BASE PARLAMENTAR GOVERNO SÓ VAI ENXUGAR GELO – O Sistema é o Presidencialismo que na verdade é um Parlamentarismo disfarçado.

Para fazer passar reformas o governo precisa de votos. Quem grita é a oposição, o Governo vota. O Brasil pensa que inventou
A PÁGINA DA FOREVER ÁGUIAS SERRANAS (NÚCLEO LAGES) – Empreendedores em fase de treinamento e qualificação profissional.

A PÁGINA DA FOREVER ÁGUIAS SERRANAS (NÚCLEO LAGES) – Empreendedores em fase de treinamento e qualificação profissional.

Já estamos na etapa dos treinamentos. Nesta semana formamos a primeira turma profissional em limpeza de pele. Nesta semana o Sistema
REFLEXÃO HISTÓRICA SOBRE O PODER CENTRAL NO BRASIL – Seus altos e baixos de Vargas aos dias atuais.

REFLEXÃO HISTÓRICA SOBRE O PODER CENTRAL NO BRASIL – Seus altos e baixos de Vargas aos dias atuais.

De Vargas até os dias de hoje, uns grupos promoveram saltos no Brasil e outros desperdiçaram os avanços e saíram

SERRA CATARINENSE PODE SER O LOCAL MAIS VISITADO NO PAÍS – Virão investimentos maciços assim que o Brasil arrumar a casa.


plataforma
Esta postagem foi publicada em 16 de maio de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Infra e turismo estão na mira do investidor externo. Uma plataforma de vidro e um teleférico podem ser as atrações em SC.

Antes de tudo, é precioso que Governo do Estado e os municípios da Serra pensem um circuito integrado de turismo. Seria a partir do topo da Serra do Rio do Rastro, em Bom Jardim, até Lages, passando por Urubici, São Joaquim, Urupema, Painel e a Coxilha  Rica, em Lages.

A partir disso, os grandes projetos com equipamentos atrativos, hotéis e pontos de gastronomia ficariam mais viáveis e rapidamente.

Plataforma pode ser atração na Serra

1971269_resize_1500_1500

Em termos de atração internacional, um projeto não menos arrojado é o da Secretaria de Turismo do Estado. Seria a construção de uma plataforma de vidro no mirante da Serra do Rio do Rastro. Já foi lançado um vídeo conceitual mostrando possíveis características da futura plataforma. A foto mostra como seria a passarela. O turismo será a nova alternativa econômica da região, o novo pilar de sua economia.

 

Comentário do Eron

eron2

 O novo circuito turístico da Serra

É preciso um projeto integrado do turismo de serra na região da Serra Catarinense. Nela já está consolidado esse modelo e basta que uma entidade de credibilidade se encarregue da gestão e da profissionalização.

O potencial é um evento que Deus se encarregou de construir. Há belezas naturais, clima e gastronomia típica. Digo que se Deus demorou sete dias para fazer o mundo gastou um só para fazer a Serra Catarinense e a Gaúcha.

Mas, para alcance o estágio em que se encontram gramado e Canela, no RS, é preciso investimentos e que o poder público lidere o processo de aproveitamento desse potencial.

Existe a Serra do Rio do Rastro, as cidades de São Joaquim, Urubici e Urupema, já com iniciativas. Lages tem estrutura, as fazendas do Turismo Rural e a gastronomia típica que encanta quem chega de fora. Testemunhamos o encanto pela comida típica e pela cidade por um grupo de turistas de Criciúma durante o Natal Felicidade. O lugar encanta por tudo isso e pela energia que tem.

Como novas atrações, cito os projetos do teleférico e da passarela e vidro na Serra do Rio do Rastro. Em Lages a nova atração será a Coxilha Rica e a noite da cidade.

Na infra-estrutura, o aeroporto regional está para ser inaugurado; a estrada de Lages a São Joaquim já foi revitalizada e a BR – 116 é um tapete, com a conservação da Concessionária Auto Pistas Planalto Sul. A duplicação da BR-282 é inevitável e pode ser colocado um trem histórico (Maria Fumaça) de Correia Pinto à Coxilha Rica.

Para profissionalização há as melhores escolas, entre elas, o IFSC e as universidades. Podem formar um leque de cursos voltados ao projeto.

A região ganhou a pavimentação da estrada da Coxilha, onde estão mais de 30 mil hectares de terras agricultáveis para produção de grão e dos demais itens da gastronomia típica, inclusive o boi verde, que é de engorda a pasto.

Mas, é preciso atitude, cultura voltada para o trabalho, articulação entre entidades, eleger políticos de comprovada competência e de uma geração de profissionais com habilidade e técnicas para o turismo.

Creio que tudo passará pela eleição ao próximo mandato no Estado. Quem seria o mais indicado nome para o próximo governador? E quais os deputados estaduais e federais que levarão votos e que assumirão compromissos? Tudo vai passar pela outra eleição. Esta última elegeu só gente fruto de uma onda.

Com a palavra as principais entidades da região que sempre se integraram nas campanhas eleitorais: ACIL, CDL, Amures e Uveres. Que não façam como na última eleição, quando se omitiram.

Podem se integrar a esse grupo as universidades e as escolas de formação técnica, como o Senac, IFSC, CEDUP e SENAI, entre outras.

A Serra Catarinense não é o lugar mais indicado para indústrias tradicionais e sim às de inovação e o turismo, que é a indústria sem chaminé. Criem atrativos para as novas gerações e segurem as cabeças privilegiadas que chegam de fora. Aí estará pronto um belo projeto de desenvolvimento econômico e social. Mais um pilar da economia moderna.

 

Teleférico pode ser atração na Serra

Um dos projetos mais arrojados já pensados para a região é a implantação de um teleférico da cidade de Siderópolis ao topo da Serra do Rio do Rastro, à direita de quem chega de Lages ao Mirante atual. Uma empresa italiana está interessada em arranjar investidores no Sul do Estado para esse projeto. Veja a foto da simulando o bondinho. Todos consideram o projeto arrojado, porém viável, que iria atrair milhares de turistas para a Região Serrana.

unnamed


250 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-