Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
PELO 4º DIA CONSECUTIVO BRASIL REGISTRA MAIS DE MIL ÓBITOS POR COVID-19 – Quase 650 mil casos antes do pico a ser registrado nesta quinzena.

PELO 4º DIA CONSECUTIVO BRASIL REGISTRA MAIS DE MIL ÓBITOS POR COVID-19 – Quase 650 mil casos antes do pico a ser registrado nesta quinzena.

ULTRAPASSAMOS A ITÁLIA E NOS TORNAMOS O 3º PAÍS EM VITIMAS DA PANDEMIA. VEJA A SEGUIR O BALANÇO DA SEMANA.   CIENTISTAS
CIDADES COMEÇAM A REATIVAR O TRANSPORTE COLETIVO URBANO EM SC – Ônibus intermunicipal ainda sem previsão de retorno.

CIDADES COMEÇAM A REATIVAR O TRANSPORTE COLETIVO URBANO EM SC – Ônibus intermunicipal ainda sem previsão de retorno.

PREFEITOS DEFINEM CONDIÇÕES PARA OPERAÇÕES E OS CUIDADOS PARA EMPRESAS RETOMAREM OS SERVIÇOS COM MENOS RISCOS DE CONTAMINAÇÃO. Principais cuidados: 50% da
INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

SOL E CÉU CLAROS, MAS COM MUITO VENTO, APÓS A GEADA, TROUXERAM UMA SENSAÇÃO ATÉRMICA NEGATIVA EM 10 MUNICÍPIOS DAS
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

HÁ 20 ANOS QUE A NOSSA EDUCAÇÃO ESTÁ ENSINANDO CONTEÚDOS E FORMANDO GENTE PARA TAREFAS DO SÉCULO PASSADO. A ORGANIZAÇÃO E
CAMINHO NATURAL DA  EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

CAMINHO NATURAL DA EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

NAS MÃOS DE PROFISSIONAIS O SETOR SE TORNARIA MAIS PRODUTIVO E SEM INTERFERÊNCIA IDEOLÓGICA, PARTIDÁRIA E DE CONTEÚDOS EXÓTICOS. O Ensino
ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

BARRAGEM QUE ABASTECE CRICIÚMA E REGIÃO ESTÁ COM 10% DE SUA CAPACIDADE DE ESTOCAGEM. CIDADES, INDÚSTRIAS E AGRICULTURA PODEM TER
CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

DADOS IMPORTANTES REVELAM QUE DEPOIS DA PANDEMIA PROVAVELMENTE O MUNDO PRECISARÁ MUITO DE ALIMENTOS E O BRASILEIRO PRECISARÁ COMER E RECUPERAR SUA
FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

RAUL SEIXAS E SÍLVIO BRITO JÁ PREVIAM ISSO HÁ MAIS DE 30 ANOS: O DIA EM QUE A TERRA PAROU

ÍNDIO NÃO PEDE AJUDA NEM ESMOLA, PRODUZ ARTESANATO – Lages/SC é ponto estratégico dos índios das reservas do Sul do Brasil.


WhatsApp Image 2019-02-12 at 17.49.59
Esta postagem foi publicada em 12 de fevereiro de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

ELES PRODUZEM ARTESANATO, ESPECIALMENTE DE TAQUARA E CIPÓ E DE LAGES VENDEM EM TODA A SERRA.

O acampamento preferido deles é no Terminal Rodoviário Dom Honorato Piazzera, onde recebem atenção, segurança e os cuidados da Defesa Civil, que funciona lá.

 

WhatsApp Image 2019-02-12 at 17.49.35

Neste domingo, 10, visitamos o estoque de artesanato que compreende balaio, peneira, cesto, cestinhas, tapetes de taquara e outros artigos rústicos.

Na oportunidade havia apenas uma índia cuidando do depósito e dos dois filhos pequenos. Os de 5 anos acima já estavam nas vendas. Os índios todos andavam em campo fazendo visitas para as vendas.

Eles atendem às pessoas locais geralmente à noite, especialmente nos finais de semana.

Evitamos fotografar índios para não expor a maneira de ganhar a vida e até porque são tímidos ao extremo. Apesar que estão conectado e manejam muito bem o celular (smartphone) e a Internet.

Conversando com alguns na rua, confessaram que gostam da vida que levam. Que a população os trata muito bem e que nem falta alimentação e o básico porque podem comprar.

Uma índia disse que “índio não pede ajuda nem esmola. Trabalhamos com a habilidade que o Deus em que acreditamos nos deu”.

Diante dessa informação a gente começou a refletir e concluímos que realmente nunca se viu um índio pedindo esmola, comida ou qualquer outra ajuda.

Eles dizem que a paixão é a terra onde podem viver, caçar, colher frutos, construir as malocas e retirar os materiais para produzir os artesanatos.


253 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-