Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
DESAFIO DO NOVO GOVERNO FEDERAL EM BUSCA DA PAZ EM CASA – Anular a foça do aparelhamento anterior feito pelo viés ideológico.

DESAFIO DO NOVO GOVERNO FEDERAL EM BUSCA DA PAZ EM CASA – Anular a foça do aparelhamento anterior feito pelo viés ideológico.

O Meio Ambiente pode vir a ser a bola da vez para as incomodações com as corporações ideológicas ramificadas por
OS PERIGOS POR TRÁS DO QUE COMEMOS – Na aparência da folha de alface pode haver fezes e no miolo da maçã venenos sistêmicos.

OS PERIGOS POR TRÁS DO QUE COMEMOS – Na aparência da folha de alface pode haver fezes e no miolo da maçã venenos sistêmicos.

Será que não estão banhado sua salada com água do rio cheio de cocô? Será que as frutas não tem
O BRASIL É O ESTRATO DA DIVERSIDADE E DAS MINORIAS – Plural em tudo: constituição demográfica, formação politica, econômica e histórica.

O BRASIL É O ESTRATO DA DIVERSIDADE E DAS MINORIAS – Plural em tudo: constituição demográfica, formação politica, econômica e histórica.

Uns governos fizeram o bem; outros o mal e usaram nossos valores originais em favor de seus projetos. Descaracterizaram um
HOJE: CORINTHIANS 1, FLAMENGO, 1 – NO FUTEBOL DOS IGNORANTES ESPORTIVOS SÓ VALE VITÓRIA E TAÇA.

HOJE: CORINTHIANS 1, FLAMENGO, 1 – NO FUTEBOL DOS IGNORANTES ESPORTIVOS SÓ VALE VITÓRIA E TAÇA.

Foi um grade jogo o de hoje na Arena Corinthians. Com esse 1 a 1 os dois continuam rigorosamente empatados
INAUGURADA MODERNA UPA – PREFEITURA REABILITOU UM CONVÊNIO E CONCLUIU UMA OBRA ABANDONADA – Foi inaugurada neste sábado, às 10h, em Lages/SC.

INAUGURADA MODERNA UPA – PREFEITURA REABILITOU UM CONVÊNIO E CONCLUIU UMA OBRA ABANDONADA – Foi inaugurada neste sábado, às 10h, em Lages/SC.

Quando só se fala em milhares de obras paralisadas é bom saber da inauguração de uma UPA de R$ 4 
TEU MAIOR PATRIMÔNIO É TEU “EU”. ELE É QUEM TUDO GRAVITA – Seus itens mais valiosos: capacidade de fazer, integridade e poder de cativar. (Esta é uma postagem na 2ª pessoa).

TEU MAIOR PATRIMÔNIO É TEU “EU”. ELE É QUEM TUDO GRAVITA – Seus itens mais valiosos: capacidade de fazer, integridade e poder de cativar. (Esta é uma postagem na 2ª pessoa).

Os bens materiais são consequência desses diferenciais que são potencializados pelas circunstâncias ou pelas oportunidades da vida. É por aí
A PÁGINA DA FOREVER ÁGUIAS SERRANAS (NÚCLEO LAGES) – Empreendedores em ritmo de muito trabalho. Rede e vendas crescem!

A PÁGINA DA FOREVER ÁGUIAS SERRANAS (NÚCLEO LAGES) – Empreendedores em ritmo de muito trabalho. Rede e vendas crescem!

Uma semana cheia com novas oportunidades, novos empreendedores e cada vez mais aceitação de nossos produtos. Programação cumprida na semana. Maria Helena
SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL – Um mês cheio de resultado, acontecimentos e diversão.

SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL – Um mês cheio de resultado, acontecimentos e diversão.

Confraternização dos empreendedores destaques num final de semana em Termas de Gravatal/SC. Mas tem mais conquistas! ........ Coisa linda de se ver! Top

Digitais de Amin estão na maioria das obras rodoviárias.


Esta postagem foi publicada em 16 de março de 2017 Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

ERON Portal, Lages/SC –

O deputado federal Esperidião Amin, PP, em dois mandatos de governador, notabilizou-se com a construção de estradas. No seu primeiro mandato, afundou o Estado em dívidas, quase quebrou o BESC, fez operações arriscadas e até irregulares e colocou recursos do tesouro do estado numa obra federal. Mas o fato foi que realizou.

 

Digitais no asfalto

IMG_20161223_063817724

Costumo dizer que a maioria das estradas catarinenses – estaduais ou federais – trazem as impressões digitais de Esperidião Amin. Ele me contou, na entrada do Plenário do Senado, após declamar a poesia Bochicho, de Jayme Caetano Braun, um episódio interessante que retratei numa charge que encomendei a um famoso cartunista de Lages.

Quando ficaram sem mandato, ele e a esposa, Ângela Amin, viajaram pelo Brasil em férias.

Serra do Rio do Rastr

Retornavam de Curitiba pela BR-116 e pegaram o rumo de São Joaquim para descer a Serra do Rio do Rastro. Essa é uma estrada emblemática. Foi pavimentada nos 12 km da Serra (por isso é chamada de Estrada do Doze) em concreto. Amin parou no topo da Serra para contemplar sua mais importante obra. Chegou um ônibus com uma excursão da Melhor Idade, parou, desceram 42 pessoas, deram uma salva de palmas ao Casal Amin, embarcaram no ônibus e foram embora. Não disseram uma só palavra.

 

A manifestação em palmas foi a forma inusitada, mas, o ideal e o suficiente para demonstrar a emoção de encontrar ali o autor dessa maravilha da Engenharia Brasileira. Veja a Charge.

03 (4)

Histórias da Serra do Rio do Rastro

 

Nos tempos em que desciam serra do Rio do Rastro com tropa de mulas, foi quebrada uma enorme pedra com fogo e água quente. O pai do meu amigo Joaquim Goulart Jr foi um dos participantes dessa façanha.

 

Certa vez o então vice-prefeito de Lages, João Cardoso, contou que o traçado da estrada da Serra do Rio do Rastro foi feito por um burro. Soltaram o bicho no pé da Serra cutucavam seu traseiro com aquela guia, uma vara com um prego na ponta. O burro foi contornando as pedras e abrindo a mata. O pessoal ia atrás.

 

Segundo ele, o Engenheiro do projeto da estrada foi um burro. Acredita que não mudou muito, hoje, o jeito de fazer o traçado de estradas difíceis. Diz que os engenheiros de hoje não são melhores nessa tarefa.

 

Uma história chocante da estrada foi o sumiço de vários carros, inclusive um com um engenheiro no seu interior. Foram acidentes fatais. Os carros demoraram alguns minutos para completar a queda até o fim do penhasco.

 

Meu amigo Euclides Mecabô descia a Serra do Rio do Rastro com uma excursão de alunos. O ônibus perdeu o freio e disparou. Ficou acavalado numa das muretas da estrada, com os pneus dianteiros no ar do outro lado do murinho.

 

No folclore da estrada conta a lenda que um ônibus dos tempos de estrada de chão, desceu desgovernado. Um dos passageiros levava um quadro de São Jorge debaixo do braço. Quando viu que o ônibus ia cair mesmo no penhasco, gritou por proteção: “Valha-me, São Jorge!” E não é que o danado do ônibus parou pendurado no barranco. Só que olharam para o quadro, estava só o cavalo, o São Jorge havia caído fora já na primeira curva.

 

Quando foi concluída a pavimentação da Estrada do Rio do rastro o então prefeito de Bom Jardim das Serra Antônio Carlos do Amaral Velho cumpriu a promessa de beijar o asfalto. Fez a festa dos fotógrafos.

IMG_20161223_073559107

Essa maravilha de estrada carece de mais cuidados.

 

Alguns anos depois, o ex-prefeito Essiorni Cardoso beijou um dos postes da iluminação da Serra. Fui testemunha da cena. Nesse dia os oito mil habitantes estavam no churrasco que consumiu 42 bois doados pelos fazendeiros. A cidade fechou as portas porque todos foram para o Parque do CTG comer churrasco.

 

A fila era tão grande que nossa equipe do Correi Lageano teve de vir almoçar em São Joaquim. O saudoso José Paschoal Baggio estranhou quando viu a nota para o reembolso do gasto com o almoço: “Mas com 42 bois no churrasco, vocês tiveram de ir almoçar numa churrascaria?” As explicações ficaram por conta do fotógrafo, o falecido Pacheco. Uma delas foi a pressa de voltar para editar a reportagem, pois aguardar nas filas demandaria muito tempo.


466 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-