Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

SOL E CÉU CLAROS, MAS COM MUITO VENTO, APÓS A GEADA, TROUXERAM UMA SENSAÇÃO ATÉRMICA NEGATIVA EM 10 MUNICÍPIOS DAS
RECORDE EM MORTES EM 24 H E CASOS PASSAM DE MEIO MILHÃO – SP começa abrir atividades no interior, mas Capital prorroga vigência de medidas restritivas.

RECORDE EM MORTES EM 24 H E CASOS PASSAM DE MEIO MILHÃO – SP começa abrir atividades no interior, mas Capital prorroga vigência de medidas restritivas.

VEJA ADIANTE O BALANÇO DE HOJE. MINISTRO INTERINO CONTINUA VISITAS PELOS ESTADOS QUE ESTÃO PREOCUPADOS COM A SUPER LOTAÇÃO DE
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

HÁ 20 ANOS QUE A NOSSA EDUCAÇÃO ESTÁ ENSINANDO CONTEÚDOS E FORMANDO GENTE PARA TAREFAS DO SÉCULO PASSADO. A ORGANIZAÇÃO E
CAMINHO NATURAL DA  EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

CAMINHO NATURAL DA EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

NAS MÃOS DE PROFISSIONAIS O SETOR SE TORNARIA MAIS PRODUTIVO E SEM INTERFERÊNCIA IDEOLÓGICA, PARTIDÁRIA E DE CONTEÚDOS EXÓTICOS. O Ensino
ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

BARRAGEM QUE ABASTECE CRICIÚMA E REGIÃO ESTÁ COM 10% DE SUA CAPACIDADE DE ESTOCAGEM. CIDADES, INDÚSTRIAS E AGRICULTURA PODEM TER
CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

DADOS IMPORTANTES REVELAM QUE DEPOIS DA PANDEMIA PROVAVELMENTE O MUNDO PRECISARÁ MUITO DE ALIMENTOS E O BRASILEIRO PRECISARÁ COMER E RECUPERAR SUA
FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

RAUL SEIXAS E SÍLVIO BRITO JÁ PREVIAM ISSO HÁ MAIS DE 30 ANOS: O DIA EM QUE A TERRA PAROU
O DESAFIO DA RECUPERAÇÃO DO PAÍS APÓS A PANDEMIA – Infraestrutura, recuperação de empresas e competitividade.

O DESAFIO DA RECUPERAÇÃO DO PAÍS APÓS A PANDEMIA – Infraestrutura, recuperação de empresas e competitividade.

APÓS VENCIDA A BATALHA PELA VIDA E AS REFORMAS, VEM A BUSCA DA CONFIANÇA DE INVESTIDORES INTERNACIONAIS PARA RECUPERAÇÃO DA

CONVÊNIOS ENTRE ESTADO E LAGES/SERRA CATARINENSE – Audiência tratou sobre convênios, saúde e possível transferência de gerências regionais.


ceron
Esta postagem foi publicada em 10 de março de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

EM SUA PRIMEIRA AUDIÊNCIA NO GOVERNO DO ESTADO, O PREFEITO AINDA TRATOU SOBRE O TERRENO DOADO A UMA FÁBRICA DE VEÍCULOS.

Menos de dois meses após a troca de comando no Governo de Santa Catarina, o prefeito Antonio Ceron (Lages) marcou presença no Centro Administrativo em defesa dos interesses da cidade. No último dia 25, ele esteve em Florianópolis em sua primeira agenda oficial com a atual administração para tratar de diversos assuntos, em especial, os convênios vigentes entre Município e Estado.

O prefeito, que já foi secretário da Casa Civil na gestão do ex-governador Raimundo Colombo, foi recebido pelo atual chefe da pasta, Douglas Borba. Em pauta, a preocupação com a suposta transferência das gerências regionais de Educação, da Saúde e da Celesc para outras cidades. Ceron acredita se tratar de boatos, mas mesmo assim, pediu ao secretário que, se realmente houver essa intenção por parte do Governo, Lages não seja afetada com as mudanças.

Outro assunto foi o terreno onde seria construída a fábrica de caminhões da Sinotruck, às margens da BR-282, na localidade de Índios. Prefeitura e Governo do Estado já tinham encaminhamentos avançados neste sentido, mas as negociações travaram ao longo do ano passado. Agora, Ceron pede que o Estado fique com o terreno ou, na pior das hipóteses, conceda uma carência de seis meses e permita o pagamento em até 180 meses mediante o desconto no retorno do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

“Lá atrás, quando iniciou o projeto da Sinotruk, tudo foi feito com a melhor das intenções entre Estado e Município. Se a empresa prosperasse, a Prefeitura teria condições de pagar pelo terreno. Mas a fábrica não saiu, e uma dívida cujo valor inicial era de R$ 7 milhões, hoje passa dos R$ 10 milhões, sendo que, como valor de mercado, eu imagino que aquele imóvel não passa de R$ 5 milhões. Queremos o apoio do Governo do Estado nesta questão”, diz o prefeito.

A pauta mais forte da reunião foi a manutenção dos três convênios vigentes entre Estado e Prefeitura. Firmados ainda na administração do ex-governador Raimundo Colombo, os acordos preveem um repasse total de R$ 14 milhões para obras em vias urbanas, a revitalização do Centro e a restauração do Mercado Público. O secretário Douglas Borba conheceu detalhes dos investimentos e sinalizou com a continuidade dos convênios.

Em Florianópolis, o prefeito também conversou rapidamente sobre outros assuntos com o secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, e com o governador Carlos Moisés da Silva.

“Vejo com otimismo o encaminhamento das nossas demandas no Estado”, conclui o prefeito.

 

 


235 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-