Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

ESSA CONSTRUÇÃO FOI MAIS UM DOS DESAFIOS DA ENGENHARIA À NATUREZA. ELA PASSA POR UM SANTUÁRIO ECOLÓGICO DE GRÃO PARÁ.
FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

O senador Esperidião Amin participou da reunião do Fórum Parlamentar Catarinense com a Diretoria da ANTT, em Brasília. Objetivo foi
UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

PENSADO NO GOVERNO CATARINENSE PASSADO, O PROJETO INTERESSOU A INVESTIDORES EXTERNOS. MAS AGORA ESTÁ FORA DA PAUTA DO TURISMO DE
OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

GOVERNADOR POR DUAS VEZES, O ATUAL SENADOR ESPERIDIÃO AMIN SEMPRE FOI UM APAIXONADO POR RODOVIAS. DESDE OS TEMPOS DE SECRETÁRIO
A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

URUPEMA - NA SERRA CATARINENSE - DEVE SER O MUNICÍPIO COM A MAIOR BANCADA FEMININA. São quatro as vereadoras que estão
BASTIDORES DO INDICIAMENTO DE JULIO GARCIA EM IMAGENS – Maioria do público da terça, 15, nos arredores do plenário da ALESC, era de repórteres.

BASTIDORES DO INDICIAMENTO DE JULIO GARCIA EM IMAGENS – Maioria do público da terça, 15, nos arredores do plenário da ALESC, era de repórteres.

PRESIDENTE DO PODER GARANTE QUE VIVERÁ UM CALVÁRIO ATÉ O STF, MAS PROVARÁ OS EQUÍVOCOS DESSA INVESTIGAÇÃO ALCATRAZ EM RELAÇÃO
AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE PROJETO QUE BENEFICIA 60% DOS MUNICÍPIOS – A matéria é do deputado Jerry Comper, presidente da comissão de assuntos municipais/SC.

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE PROJETO QUE BENEFICIA 60% DOS MUNICÍPIOS – A matéria é do deputado Jerry Comper, presidente da comissão de assuntos municipais/SC.

PROJETO PROPÕE ALTERAÇÃO NA DISTRIBUIÇÃO DE RECURSOS AOS MUNICÍPIOS. OS MENORES, UNS 60%, SERIAM OS MAIS BENEFICIADOS. Atualmente o bolo do
EDITORIAL –  É importante se criar municípios? Qual o efeito disso no retorno dos impostos?

EDITORIAL – É importante se criar municípios? Qual o efeito disso no retorno dos impostos?

HOJE A DIVISÃO DO BOLO ARRECADADO NO ICMS É DE PARTE IGUALMENTE A TODOS E PARTE COM BASE NO MOVIMENTO

AEROPORTO REGIONAL DO PLANALTO SERRANO/SC – Uma das obras prejudicadas pelas eleições, em Correia Pinto.


Foto 1
Esta postagem foi publicada em 8 de janeiro de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Obra de R$ 30 milhões pode virar um elefante branco, agora que é quase nula a força política da Serra.

O Aeroporto Regional em Correia Pinto/Serra Catarinense, a 14 km  de Lages, é mais um desperdício de dinheiro público devido ao fator eleitoral. A obra é da União, mas o Governo do Estado é que é quem decide sobre elas e quem a administra por delegação a seu Departamento Aeroportuário.

Para se ter uma ideia, faltam praticamente alguns equipamentos, cujo custo nem faz cócegas nas finanças do Estado. A pista e as instalações estão prontas e sendo homologada pelo 5º COMAR e a Infraero já assumiu, mediante contrato, sua gestão. Mesmo assim ficaram enrolando com detalhes no acesso, rede elétrica e remoção de terra. Visivelmente para não inaugurá-lo.

No governo passado – de Pinho Moreira/MDB – já estava para ser inaugurado esse aeroporto, mas devido às eleições sua conclusão foi protelada na esperança de o MDB vencer para o Governo do Estado e inaugurá-lo, praticamente como realização sua.

…………….

Veja o caso da ampliação do hospital e Maternidade Tereza Ramos. Outra obra penalizada pela eleição.

dsc_0644

Como vai ficar a ampliação do hospital

Pilar-colocado-em-frente-a-ala-nova-do-HTR-Foto-Cristiano-Rigo-Dalcin-e1519939688158

Como está a obra do hospital.

Também foi assim com a ampliação do Hospital e Maternidade Tereza Ramos onde ficou bem clara a tentativa de apagar as digitais dos governos Raimundo Colombo e inaugurá-la como do novo Governo. Nem estamos defendendo o ex-governador, que também nunca se empenhou muito para inaugurar essas duas obras.

……………….

Alguns exemplos do marasmo quanto às obras do Aeroporto Regional em Correia Pinto:

Ao longo de 2018 era anunciado:

Aceleradas obras do Aeroporto Regional do Planalto.

Aeroporto (1)

Infraero assume gestão do Aeroporto Regional do Planalto Serrano.

Aeroporto (2)

Aeroporto deve ser inaugurado no 1º semestre de 2019.

Aeroporto (4)

…………..

O QUE HÁ DE SER FEITO COM RELAÇÃO AO AEROPORTO REGIONAL DO PLANALTO SERRANO.

Para que esses mais de R$ 30 milhões gastos para sua construção não se percam e virem mais um desperdício de dinheiro público, serão necessárias algumas providências:

1 – Que as entidades do setor produtivo, especialmente a ACIL que foi quem definiu esse aeroporto como prioridade no PDTER – Plano de Desenvolvimento Regional, há mais de 20 anos, lidere uma campanha de cobrança junto à classe política e o Governo do Estado para que o mesmo seja colocado um uso;

2 – Que a representação política assuma o compromisso de lutar, em Florianópolis e Brasília, para que ele não vire um elefante branco. Muito mais lutas em Florianópolis, pois é da Secretaria de Estado da Infraestrutura a decisão de concluir a obra e inaugurá-la;

3 – Um grupo de lideranças do setor produtivo e da classe política gestionar quanto à conclusão da homologação, em Canoas/RS;

4 – Esse grupo viabilizar a aquisição dos últimos equipamentos para que possam ser operados voos no aeroporto;

5 – Se for incluído para privatização, formar um grupo maior em SC para que encaminhe gestionamentos em busca de sua conclusão e inauguração para despertar interesse de investidores na sua aquisição;

6 – Que a deputada Carmem Zanotto continue em busca de viabilização da aquisição dos equipamentos ainda necessários;

7 – Que os senadores Jorginho Melo e Esperidião Amin, a deputada Carmem e o deputado Marcius Machado empunhem essa bandeira;

8 – Que o deputado estadual eleito, Maricius Machado, interfira junto ao Departamento Aeroportuário da Secretaria de Infraestrutura e gestione junto ao novo Governo a conclusão e inauguração do aeroporto. O Governo vai precisar de votos na Alesc para aprovar suas reformas.

 

 

 

 


178 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-