MAIOR LEGADO QUE O ATUAL CONGRESSO DEIXARIA: votar a Reforma da Previdência ainda este ano. Só que a maioria quer descansar e a minoria quer comemorar… Plenário quase sempre está vazio!

MAIOR LEGADO QUE O ATUAL CONGRESSO DEIXARIA: votar a Reforma da Previdência ainda este ano. Só que a maioria quer descansar e a minoria quer comemorar… Plenário quase sempre está vazio!

QUANDO O CONGRESSO QUER E LHE INTERESSA VOTA DE MADRUGADA, COCHILA EM PLENÁRIO DE EXAUSTÃO E DORME NO NOS CORREDORES E EM SALAS DE ESPERA.

FOTO P MATERIA

O DEPUTADO ULYSSES GUIMARÃES DIZIA QUE A MELHOR HORA DE VOTAR É DEPOIS DAS 10H: OS VELHINHOS QUEREM DESCANSAR E OS NOVOS QUEREM IR VER A AMADA. E A MELHOR ÉPOCA É ENTRE UMA ELEIÇÃO E O NATAL.

A REFORMA DA PREVIDÊNCIA É A PRIORIDADE DAS PRIORIDADES. DEVE CHEGAR A 93% O COMPROMETIMENTO DA RECEITA PÚBLICA SÓ COM SALÁRIOS, BENEFÍCIOS E APOSENTADORIAS.

E não pense que déficit previdenciário é “privilégio” só da esfera federal! Estados e Municípios também tem uma bomba relógio cada, com potencial para destruir suas finanças.

Curiosamente os números previstos para o déficit previdenciário de Estados e Municípios seria na mesma proporção. Foram divulgados na mídia por especialistas: Estados – R$ 64 bilhões; Municípios – também R$ 64 bilhões.

Votar este ano a reforma da Previdência, além de sinalizar para o mercado que o Brasil será seguro para investimentos externos, mostraria que o Congresso pode ajudar nas reformas. Além disso, o novo governo começaria com um problema a menos.

Maiores causas: estabilidade do servidor público, excesso de privilégios e nomeações políticas.