UM FESTIVAL DE DAR ÁGUA NA BOCA – Palmeira, na Serra Catarinense, prepara o Festival de Carnes

UM FESTIVAL DE DAR ÁGUA NA BOCA – Palmeira, na Serra Catarinense, prepara o Festival de Carnes

 

DIA 09 DE DEZEMBRO TODOS OS CAMINHOS O LEVAM A PALMEIRA, NA SERERA CATARINENSE, PARA O 2º FESTIVAL DE CARNES.

É claro que o churrasco típico do Sul (SC e RS), aquele assado no espeto, continuará sento o grande astro, o carro chefe do festival.

Veja no conteúdo abaixo, disponibilizado pela organização, através da Amures, as inovações da gastronomia a ser apresentada no festival.

churrasco típico

1-2299044

 

Preparativos começaram em reunião da Prefeitura, Epagri e produtores rurais de Palmeira estão intensificando os preparativos do evento que será realizado dia 9 de dezembro, no Parque de Exposições Municipal. A comissão organizadora definiu mais algumas etapas do festival e oficializou o lançamento para imprensa, autoridades e convidados mês que vêm, em data e local a confirmar.

Um dos destaques do festival serão os pratos à base de cordeiro com cortes especiais e cardápio variado. Ano passado o Festival de Carnes aconteceu durante a festa de aniversário de Palmeira e foram consumidos mais de uma tonelada só de carnes de cordeiro. A expectativa esse ano é servir um volume ainda maior de pratos, pois está prevista uma variedade ainda maior de cortes e pratos.

carne

“Lutamos para valorizar e melhorar a cadeia produtiva da ovinocultura assegurando assim, mais renda aos criadores e a permanência do homem no campo”, disse Elmison Ramos, presidente da Associação de Criadores de Ovinos de Palmeira – Acop. Os mais de 20 membros da Acop estão engajados no festival, que vai entrar para o calendário dos grandes eventos da Serra Catarinense.

Um dos maiores fornecedores para a Cooperativa de Carnes Nobres e Novilhos Precoces da Serra Catarinense – Coopertropas, Palmeira apresentará no festival cortes de carnes de gado nobre e com sabor diferenciado. Integrante da comissão organizadora do festival, o engenheiro agrônomo da Epagri Clayrton da Silveira, disse que Palmeira está cada vez mais se consolidando como um polo regional de carnes nobres, seja na ovinocultura ou pecuária.