ÚLTIMOS GOVERNOS QUASE QUEBRARAM O BRASIL E ESTABELECERAM A DESORDEM – País virou uma fábrica de tragédias, mais por descumprimento de normas que por catástrofes ou acidentes.

ÚLTIMOS GOVERNOS QUASE QUEBRARAM O BRASIL E ESTABELECERAM A DESORDEM – País virou uma fábrica de tragédias, mais por descumprimento de normas que por catástrofes ou acidentes.

VEJA QUE EM TODAS AS ÚLTIMAS TRAGÉDIAS LÁ ESTAVA A FALTA DE CUMPRIMENTO DA LEI E A DE  FISCALIZAÇÃO.

Opinião do Site

Em Brumadinho/MG está sendo comprovado que muitas das barragens de rejeitos de mineração, inclusive a que se rompeu e a de Mariana, nem tinham autorização ambiental. Tampouco havia cuidados com a segurança das pessoas do raio a ser atingido numa possível catástrofe.

brumadinho

Brumadinho/MG

Pois repetiu-se a tragédia de Mariana/MG.

1-mariana

Mariana/MG

Resultado:

Centenas de vítimas fatais, prejuízos incalculáveis à natureza e à economia.

Em seguida, o caso do temporal, seguido de um deslisamento de encostas no RJ, que matou sete pessoas. Também está sendo concluído que faltou cuidados das autoridades e de governos anteriores que deixaram habitar áreas de extremo risco.

rio de janeiro enchente

Tragédia urbana/RJ

Também no Rio, o caso do incêndio do Ninho do Urubu que matou mais 10 pessoas. Descobriram que a área do incêndio nem está no projeto. Que foi interditado o empreendimento como um todo, após os 30 multas não pagas, mas tudo ficou por isso mesmo.

Tragedia flamengo

Tragédia Ninho do Urubu/RJ

Cadê o poder de polícia do Poder Público?

Ainda no Rio, a batalha bélica que quase passou despercebida, ofuscada por tantas tragédias. Também tem raízes na falta de capacidade de governos anteriores que não tiveram força para conter a violência crescente que já vinha transformando e Cidade Maravilhosa numa Síria.

Por fim, nesta semana mais uma tragédia. Causou enorme repercussão o anúncio como acidente aéreo da queda de um helicóptero que vitimou duas pessoas, uma delas o Jornalistas Ricardo Boechat. Descobriu-se, no entanto, que a aeronave não estava habilitada para fazer voos comerciais, apenas para fotografias aéreas e similares.

Por outo lado, novos fatos comprometem mais a empresa, ampliando sua culpa no episódio. As investigações já revelam que essa empresa de táxi aéreo do helicóptero teria ignorado um alerta de um mecânico antes do voo, logo após falha no aparelho.

Inclusive, o Procon já estaria aplicando uma super multa à empresa que praticamente a inviabilizaria. Logo, neste caso deverá ser comprovado que a maior a culpada foi a empresa.

Resultado:

Além de os novos governos – Federal e Estaduais – receberem um abacaxi com bombas relógio em toda parte e crises de toda ordem, ainda precisam gastar energias para consertar uma estrutura viciada e por dinheiro em coisas que poderiam ter sido evitadas.

A verdade é que desde o Governo FHC e inclusive, a Lei de Gerson imperou, criaram um balcão de negócios no Congresso, aí surgiu a propina para beneficiar pessoas, privilégios, candidaturas e projetos. Pior que a prática se espalhou para as outras esferas de poder, para parte do setor produtivo e contaminou parte da Sociedade.

Quer dizer:

Confundiram Democracia com Anarquia, brincaram de administrar e socializaram os prejuízos.