TIRANDO A UVERES DO OSTRACISMO. ENTIDADE ESTAVA DECADENTE

TIRANDO A UVERES DO OSTRACISMO. ENTIDADE ESTAVA DECADENTE

A posse do vereador Luiz Marin frente à diretoria da UVERES – União de Câmara e Vereadores da região Serrana – pode retirar essa entidade do ostracismo.

Há muito que ela vinha servindo apenas de poço de vaidades, motivo para turismo de eventos, enfim, má aplicação do dinheiro. O novo presidente estava ávido por uma função de peso na região. Tanto que ainda só não havia anunciado uma candidatura a papa.

Mas o vereador Marin terá pela frente um baita desafio: recolocar a UVERES no seu papel original. Primeiro, creio que precisará fazer retornar as câmaras que estão distantes. Depois, dar mais representatividade. Por fim resgatar sua função original, que era a de levar os legisladores municipais à busca de conhecimento da mecânica legislativa; aprimoramento pessoal; participação em cursos de treinamento [faz bem um curso de oratória]; e articulação entre os poderes.