SUCESSÃO PRESIDENCIAL – Avança formação do Centrão em apoio a Alckmin

SUCESSÃO PRESIDENCIAL – Avança formação do Centrão em apoio a Alckmin

………….

alckimin 2

DURANTE TODA A SEMANA AS NEGOCIAÇÕES DOMINANTES FORAM AQUELAS EM TORNO DA FORMAÇÃO DO CENTRÃO

O presidenciável Geraldo Alckmin/PSDB tende a ficar com o maior tempo no horário eleitoral, o maior número de partidos e a maior  capilaridade no País, isto é, o maior número de municípios.

Não estão definido ainda todos os partidos, mas, praticamente já conta com: DEM, PP, PR, SD e PRB . Há uma tendência de novas siglas virem a se somar a esses.

Porém, segundo todas a pesquisas, o comandante dessa coligação é um pré-candidato que tem forte rejeição e que  enfrentou problemas na Justiça Eleitoral.

ANEXO

Consolidação do Centrão é tiro na asa de Ciro

A decisão da cúpula do Centrão de apoiar Geraldo Alckmin (PSDB), significa um tiro na asa da trajetória de Ciro Gomes (PDT) na corrida pela sucessão presidencial. Os números finais em termos de partidos e tempo na teve será oficializado em uma semana, após as convenções.

Os comandos de DEM, PP, PR, SD e PRB irão informar as bases, antes das convenções, devido às questões de alianças nos estados.

Na opinião da mídia nacional, apesar do poder que têm sobre suas legendas, os líderes terão de contornar divergências internas provocadas, principalmente, por acordos regionais.

CAPILARIDADE E TEMPO NA TV

AGORA COM O CENTRÃO, Alckmin vai ganhar mais tempo no horário eleitoral e ma projeção nacional. Sozinho já  tinha 1 minuto e 18 segundos na propaganda eleitoral na TV (em cada bloco de 12 minutos e 30 segundos). Agora somará 4 minutos e meio. Isso  representa quase 40% do tempo da disputa na mídia.

Seu adversário histórico do PSDB, o PT, conta com 2 minutos e 34 segundos. Ainda não fechou nenhuma aliança.

Antes do fechamento do Centrão o encontro preliminar foi  na residência oficial da presidência da Câmara, em Brasília. Em seguida, representantes do bloco viajaram a São Paulo onde se encontraram com Alckmin.

OS PERSONAGENS: Participaram do encontro, ACM Neto, Rodrigo Maia (ambos do DEM), Marcos Pereira (PRB), Paulinho da Força (SD), Agnaldo Ribeiro (PP) e Luis Tibé (Avante). Já o PR, apesar de avalizar o acordo,  não mandou representante.

 

Fonte: Folha de São Paulo.