INFRAESTRUTURA COMANDARÁ PROCESSO DE INVESTIMENTOS EXTERNOS – Aqui um empreendimento que é exemplo de sustentabilidade.

INFRAESTRUTURA COMANDARÁ PROCESSO DE INVESTIMENTOS EXTERNOS – Aqui um empreendimento que é exemplo de sustentabilidade.

ITÁ/SC PRESERVA O MEIO AMBIENTE E A VIDA HUMANA. O IMPACTO BOM E O RUIM DAS USINAS HIDRELÉTRICAS.

 

Por que se pode dizer que a usina de Itá/SC é um dos exemplos de que é possível gerar energia elétrica em rios e em cidades, preservando o meio ambiente e a vida humana?

Lá as pessoas mais ganharam do que perderam com esse empreendimento. Apenas sentem saudade da velha morada e da igrejinha que agora só a torre aparace.

Usinas hidrelétricas causam um duplo impacto nas comunidades. Um do lado bom que é o desenvolvimento e outro é o adicional indesejável com transtornos às populações.

Mas veja como ficou a cidade de Itá/SC, depois da usina. Há 10 anos conhecemos a nova Itá, já após alguns anos da reconstrução. Na época já com cerca de 10 anos de idade. Uma cidade moderna e turística. A velha deu lugar ao lago, depósito de energia potencial (água).

As usinas trazem adicionais indesejáveis com impacto ambiental e nas pessoas. Mas também alas promovem o desenvolvimento, trazem novas receitas aos municípios atingidos, emprego, renda e desenvolvimento econômico e social.

A usina de Itá, por exemplo, é uma delas. Outra é a de Barra Grande que salvou a economia de Anita Garibaldi. A ENERCAN, que transformou Celso Ramos e alavancou a economia de Campos Novos. Agora estão em construção mais três PCHs na região da Serra Catarinense. A região vai ser uma antes e outra depois das usinas.

São José do Cerrito, por exemplo, foi o município onde mais foram criadas empresas em 2018: 204% a mais que no ano anterior. Lá estão em construção duas PCHs.

Portanto, quando há seriedade na fiscalização de projetos de novos empreendimentos, há como aproveitar perfeitamente o potencial de qualquer região.