SEM O FIM DA ESTABILIDADE E A REDUÇÃO DE SERVIDORES VOLTA O ROMBO NA PREVIDÊNCIA – Folha de pagamento vai virar um carrapato maior que a vaca: a Economia.

SEM O FIM DA ESTABILIDADE E A REDUÇÃO DE SERVIDORES VOLTA O ROMBO NA PREVIDÊNCIA – Folha de pagamento vai virar um carrapato maior que a vaca: a Economia.

Com a constituição de 88 veio a estabilidade e o regime único. Quem já tinha 5 anos ficou estável automaticamente.

Depois disso, só entra gente como comissionados, a maioria com altos salários, ou por concurso público, que e em 2 anos como estágio probatório adquire a estabilidade.

Além disso vem o aumento natural de servidores porque as atribuições do setor público aumentam. Para complicar, há uma redução dos que contribuem ao sistema. Entre os servidores públicos sempre aumentam as conquistas salariais. Tudo isso gera déficit.

Antão, daqui um pouco haverá mais aposentados que ativos e aí vai precisar de uma nova reforma da Previdência.

Quer dizer, estarmos naquela situação de que o carrapato (o custo da máquina) fica maior que a vaca, a Economia. Aí o Brasil quebra.

O fato é que não vai ser possível o caixa do Governo suportar essa bola de neve.