SANCIONADA LEI DO AUXÍLIO BRASIL – O programa teve início por MP em novembro, com o fim do auxílio emergencial

SANCIONADA LEI  DO AUXÍLIO BRASIL – O programa teve início por MP em novembro, com o fim do auxílio emergencial

AGORA A MP VIROU LEI POR DOIS ANOS

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com veto, a lei que garante o Auxílio Brasil de R$ 400.

Esse programa substituiu o Bolsa Família que era pago a famílias sem renda e que vigorava há 18 anos.

O veto foi na parte da MP aprovada pelo Congresso que tratava sobre a fila de beneficiários.

Essa fila trata-se daqueles 3 milhões que preenchem os requisitos financeiros incluídos na Câmara, durante a votação a MP, o que elevaria o total para cerca de 20 milhões de beneficiados.

A diferença entre 14,5 e 17 milhões serão incluídos a partir de janeiro.

 

MAIS CEDO

 

PAIS SOLTEIROS TAMBÉM RECEBERÃO AUXÍLIO EMERGENCIAL – Presidente atende orientação do Congresso e edita MP. Aqui, veja mais sobre auxílios, salários, economia e negócios.

AMPLIADO PAGAMENTO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL A PAIS SOLTEIROS.

O presidente Bolsonaro editou hoje (24) MP que libera R$ 4,1 bi para o Auxílio Emergencial; saiba quem tem direito.

Uma MP, publicada em edição extra do Diário Oficial da União, atende a uma orientação do Congresso.

Hoje (24) o presidente Jair Bolsonaro editou e publicou medida provisória enviando R$ 4,1 bilhões ao Ministério da Cidadania, ampliação o pagamento do Auxílio Emergencial também para pais solteiros.

Essa MP atende a uma orientação do Congresso, que em junho último derrubou um veto do presidente que manteve o pagamento do auxílio apenas para mães solteiras.

Aí durante o pagamento do benefício, mulheres nessa condição receberam o benefício dobrado.

 

Caminhoneiros tem oferta de limite de crédito pela Caixa

Lançado hoje, o empréstimo visa auxiliar profissionais autônomo, antecipando condições para arcar custos futuros.

Num final de ano marcado pela possibilidade de greve dos caminhoneiros, a Caixa lançou nesta sexta-feira (24), uma linha de crédito para autônomos da categoria com taxa de juros de 1,99% ao mês.

A linha de crédito foi batizado de “Giro Caixa Transporte” e visa antecipar custos do frete, informa o UOL.

A modalidade é assim: “as empresas que contratam frete a prazo poderão pedir o adiantamento ao banco e este pagará diretamente ao transportador autônomo, que receberia à vista na conta da Caixa”.

Só que para conseguir essa antecipação os fretes precisam ter registro no sistema da Secretaria da Fazenda a partir da emissão do Manifesto Eletrônico Fiscal (MDF-e), documento digital que guarda dados sobre a carga e os responsáveis pelo transporte.

Conforme a publicação do Ig e o Uol, “a amortização é feita em parcela única e vence na mesma data estipulada pelo transportador no MDF-e para o pagamento do frete.

Para conseguir contratar o crédito do Giro Caixa Transporte a empresa precisa solicitar o limite em qualquer agência da caixa”.

Fontes: IG Mail Economia/Uol.

Leia em nessas fontes: Mercado errou tudo o que previu?

O que aconteceu com a economia?

Auxílio-Gaz começa na segunda-feira; saiba quem recebe.

INSS vai zerar fila em 2022? Presidente promete que sims.

 

A SEGUIR:

PRESIDENTE SANCIONA RECURSOS PARA VALE-GÁS

Cruzeiro foi comprado por Ronaldo Fenômeno. Transferidas verbas orçamentárias do salário-desemprego

PRESIDENTE BOLSONARO SANCIONA CRÉDITO QUE GARANTE VALE-GÁS

Incluídos pelo Congresso, durante o esforço concentrado na semana passada em torno de R$ 300 milhões, agora o ato de sanção libera o benefício antes do Natal.

Esse auxílio vai destinar R$ 52 para famílias com renda de até R$ 550.

Matéria publicada há menos de uma hora pelo Portal IG-Economia, nos conta que:

“O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quarta-feira um projeto de lei que autoriza a abertura de R$ 300 milhões para o custeio do programa Vale-gás, lançado em novembro pelo governo federal.

A expectativa dos ministérios da Cidadania e da Economia é que a medida beneficie cinco milhões de famílias. O programa irá destinar um vale-gás de R$ 52 a cada dois meses para famílias com renda de até meio salário-mínimo (R$ 550)”.

 

MAIS CEDO

VALE-GÁS TEM RECURSOS GARANTIDOS EM VOTAÇÃO DO CONGRESSO 

Ainda envolvendo áreas correlatas e a social, as votações da sexta (17) ainda transferiram verba do seguro desemprego para outros gastos.

 

No esforço concentrado realizado nesta sexta (17), o Congresso Nacional garantiu recursos da ordem de R$ 300 milhões para o governo poder pagar o Vale-Gás em 2021.

Como uma das últimas ações, antes do  recesso, o Congresso Nacional aprovou na noite de sexta (17), vários projetos que envolvem recursos para o governo aplicar ainda este ano.

Entre eles está um que transfere dinheiro do seguro-desemprego e da assistência social, previstos no orçamento, e realoca no Ministério da Defesa.

Mas, em ofício, o ministro Paulo Guedes, da Economia, garantiu que os órgãos que tiveram dinheiro realocado não serão prejudicados, “uma vez que os remanejamentos foram decididos com base em projeções de suas possibilidades de dispêndio até o final do exercício”.

Outra votação do Congresso aprovou crédito adicional de R$ 300 milhões ao Orçamento de 2021, recurso que será destinado para o Ministério da Cidadania realizar o pagamento do vale-gás.

 

CRUZEIRO SERÁ ADQUIRIDO PELO EX-JOGADOR RONALDO

A Raposa será o segundo clube do craque aposentado, agora empresário com multi tendências em negócios.

Desde 2011, quando se aposentou dos gramados, o Fenômeno passou a década seguinte com o foco nos negócios.

 

VEJA A SEGUIR, NA PUBLICAÇÃO DO PORTAL O TEMPO/MG: 

“O anúncio de que Ronaldo Nazário comprará o Cruzeiro surpreendeu o futebol brasileiro, mas combina com o perfil empresarial ambicioso que o ex-jogador construiu nos últimos anos.

Aposentado dos gramados desde 2011, o Fenômeno completou 45 anos em 2021 e passou a última década com foco nos negócios. Em setembro de 2018, adquiriu seu primeiro clube, o Valladolid (ESP), atualmente na segunda divisão espanhola, por cerca de 30 milhões de euros (R$ 192 milhões em valores atuais).

“No futebol a gestão tem que ser impecável, sustentável, acho que essa é a nova exigência do futebol moderno. Na Espanha as regras são rígidas e tem regras, no Brasil não tem… Mas parece que o horizonte para o futebol brasileiro vai mudar bastante”, ele afirmou em entrevista ao podcast Flow Sport Club no começo do mês”.

 



Politica de Privacidade!