SAI HOJE 2ª PARCELA DO MÊS DO FPM – Mais dinheiro para prefeitos incompetentes e demagogos por fora!

SAI HOJE 2ª PARCELA DO MÊS DO FPM – Mais dinheiro para prefeitos incompetentes e demagogos por fora!

MAIS DE MEIO BILHÃO ESTARÁ NAS CONTAS DO MUNICÍPIOS, HOJE. E SÓ A 2ª PARCELA DO MÊS.

Notícia boa por um lado porque aquece a economia, porém péssima por outro, porque o povo acaba nem vendo a cor desse dinheiro nos serviços públicos. Só nas fotos que ilustram a notícia. Tanto que até médicos e técnicos não encontram nem água para lavar as mãos em determinados postos médicos. Irados, médicos até quebram cadeiras e caixas e vereadores são cassados por denunciar a falta de atendimento digno à população.

Enquanto isso, prefeitos incompetentes, despreparados e demagogos se revelam verdadeiros craques em fazer festas mais para promoção pessoal e agradar políticos oportunistas. Porque não terceirizam tudo para quem sabe fazer melhor e sem desperdício, como em Lages com a Festa do Pinhão? Provavelmente seja porque daí perdem os holofotes e o poder para buscar votos com o pão e circo ao povo.

Sem contar que engrossam cada vez mais a legião de assessores para garantir a próxima eleição. E para a eleição deste ano, certamente estarão comprometidos até o pescoço com o apoio da máquina a deputados demagogos que  trouxeram migalhas, de olho nos votos de cabresto do prefeito para tentar se manter nos cargos.

Veja abaixo mais detalhes sobre o FPM, no conteúdo disponibilizado na mídia eletrônica.

………….

ANEXO

Segundo as informações oficiais e a Amures, será creditado nessa sexta, nas contas das prefeituras brasileiras, o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 2º decêndio do mês.

O valor é de R$ 591.196.749,27 já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante chega a R$ 738.995.936,59.

De acordo com dados da Secretária do Tesouro Nacional (STN), comparado com mesmo período de 2017, o 2º decêndio deste mês apresentou uma leve queda de – 0,08% em termos nominais, sem considerar os efeitos da inflação. Quando deflacionado, ou seja, levando em conta as consequências da inflação, o valor apresenta uma queda de 2,47%.

Comparativo do ano
Com relação ao acumulado do ano, pode-se verificar que o valor total do FPM vem apresentando um crescimento. O total repassado aos Municípios de janeiro até o 2º decêndio de maio de 2018, apresentou um crescimento de 8,86% em termos nominais comparando com o mesmo período de 2017. Ao considerar o comportamento da inflação, observa-se que o FPM acumulado do ano de 2018 cresceu 5,96% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Portanto, o presente decêndio se manteve praticamente estável em relação ao mesmo período do ano anterior. De janeiro a maio, o FPM foi positivo, sendo que março apresentou o melhor resultado até então.

A STN estima que este mês encerre com um crescimento de 7,1% no FPM, em relação ao mesmo mês de 2017. Entretanto, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) alerta aos gestores municipais para manterem cautela em suas gestões e ficarem atentos aos primeiros meses do ano, ao gerir os recursos municipais. Isso porque, historicamente, os recursos do FPM do primeiro semestre são superiores aos do segundo, o que exige a elaboração de um planejamento estratégico para não haver surpresas negativas no segundo semestre.