REDUÇÃO DA MÁQUINA E ECONOMIA VIABILIZAM INVESTIMENTOS – Quando assumiu, Ceron cortou pela metade as secretarias

REDUÇÃO DA MÁQUINA E ECONOMIA VIABILIZAM INVESTIMENTOS – Quando assumiu, Ceron cortou pela metade as secretarias

AGORA CONSEGUE INVESTIR E JÁ INICIOU 30 OBRAS DAS 76 QUE PROMETEU NOS ITINERÁRIOS DO TRANSPORTE COLETIVO.

Está sendo encaminhado um financiamento junto à CEF para concluir todas as 76 ruas no ano que vem. Tudo vai ser possível porque a prefeitura conseguiu pagar as dívidas de quase R$ 40 milhões do curto prazo, promoveu o enxugamento da máquina e cortou o desperdício.

Hoje o prefeito Antônio Ceron entregou a Ordem de Serviço da pavimentação da rua Guerino Omizzolo, no Bairro Caravágio. Essa via beneficiará o acesso ao 2º Distrito da Polícia Civil, da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente e completará a ligação com a parte já pavimentada da mesma, logo abaixo.

A Empreiteira AS tem um cronograma de três meses para executar a obra, numa extensão de 120 metros e num custo de R$ 133 mil, com recursos próprios do Município. O pavimento será em asfalto a quete e na infraestrutura estarão a rede de esgoto sanitário, rede de água, galerias pluviais e calçadas.

O diretor da AS, Engenheiro Márcio Schutz, informou que dependendo das condições do tempo e dos repasses financeiros a obra será entregue antes do prazo de três meses.

O prefeito Ceron garantiu que as 76 ruas do projeto de pavimentação dos itinerários do transporte coletivo serão concluídas até o ano que vem. Foi graças ao enxugamento da máquina, o que proporciono economia e a otimização das ações. Mesmo com o alto comprometimento da receita a metade das obras prometidas estão  concluídas ou em andamento.

O prefeito lembrou que somente em Educação, Saúde e LagesPrevi são gastos R$ 60 milhões por ano (10% do Orçamento) e a folha de pagamento do pessoal ativo chega a 46%, o que considerado baixo compromete a a viabilidade do Município. O índice prudencial de gastos com pessoa é de até 52% da receita.