Pela primeira vez um ex-presidente é ouvido por um Juiz como réu.

Pela primeira vez um ex-presidente é ouvido por um Juiz como réu.

Luiz Inácio  Lula da Silva foi ouvido na Lava Jato. Sentou frente ao Juiz Sérgio Moro, na condição de réu acusado de receber propina da OAS.

Nunca, “na história deste País”, e talvez no Planeta, ao mesmo tempo, todas as maiores autoridades estiveram sendo investigadas.

Os ex-presidentes Fernando Collor de Melo, Fernando Henrique Cardoso, José Sarney, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff estão mapeados para ficar frente a frente, com o juiz Sérgio Moro, em Curitiba ou no Supremo Tribunal Federal.

O presidente atual, Michel Temer, só não está sendo investigado porque o presidente, no exercício do cargo tem outro caminho para ser punido. Em caso de processo os presidentes são submetidos ao processo de Impeachment.

Mesmo assim o atual presidente está ameaçado no TSE com o caso do pedido de impugnação da chapa Dilma/Temer. Esse processo deve se arrastar até o fim do atual mandado de presidente da República.

Também estão na vala das investigações, os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Eunício Oliveira. Para nós de SC também há o caso do Governador Raimundo Colombo que teve a investigação autorizada pelo Supremo, diante das delações da Odebrecht e mais de 50 parlamentares.