Parceria entre Prefeitura e Sebrae visa aprimorar a gestão e o desenvolvimento

Parceria entre Prefeitura e Sebrae visa aprimorar a gestão e o desenvolvimento

Fotos: Marcelo Pakinha
A proposta será implantada em sintonia com o plano de gestão, através do programa Cidade Empreendedora
O colegiado da Prefeitura de Lages tomou conhecimento detalhado, na manhã desta quarta-feira (20), do programa Cidade Empreendedora, oferecido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Foi o primeiro contato com os gestores municipais. A proposta, com 34 ações, é a de atuar nos próximos dois anos no desenvolvimento na cidade. O objetivo é o de melhorar o desenvolvimento econômico do município, além de propiciar a organização gerencial com a participação de todos os gestores da Prefeitura, a partir de propostas que aumentem o nível de satisfação da comunidade. Na Região da Amures, o programa começou este ano, e por enquanto, apenas três municípios aderiram, Lages, São Joaquim e Urubici. No Estado já são 31 os municípios engajados no processo.

Conforme explicação do coordenador regional do Sebrae, Altenir Agostini, o programa que hora se inicia, torna-se uma espécie de sociedade entre a Prefeitura a entidade privada, visando alcançar resultados a curto e médio prazos. A atuação será diretamente na área do desenvolvimento econômico, ou seja, na aplicação de projetos de transformação, com soluções que envolvam a participação direta dos “atores” da Prefeitura, ou seja, envolve os diretores, executivos, secretários e o prefeito, com a utilização de ferramentas estratégicas, sob a orientação do Sebrae. O processo irá se desenvolver em todas as áreas, especialmente nos campos da educação e assistência social, visando contemplar os jovens que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

No plano do desenvolvimento econômico, a ideia é estabelecer junto ao Município um norte sobre quais são os planos prioritários a serem trabalhados, partindo de uma metodologia de aplicação. Inicialmente será feito um diagnóstico situacional, e em seguida a elaboração de um cronograma das ações. O que se pretende é implantar uma nova visão administrativa voltada para o empreendedorismo, com resultados diretos à comunidade e para as novas gerações. “Resumidamente, o programa melhoria a eficiência da gestão pública”, reforça Altenir Agostini.

 

Iniciativa não é de agora

O vice-prefeito Juliano Polese é quem está coordenado o projeto na Casa, e é o elo dos contatos junto ao Sebrae. Também é ele quem dá suporte para que o programa seja implantado na nova gestão administrativa. Juliano ressalta que os estudos já vêm sendo feitos há meses, e que culminam com a proposta do Plano de Governo da administração. Já o prefeito Antonio Ceron, comentou a questão em forma de questionamentos: o que a população realmente quer? Será que a equipe da Prefeitura está satisfeita com os resultados? Portanto, para o prefeito, é a chance de fazer uma gestão diferenciada. Com a parceria do Sebrae, será possível por em prática uma nova dinâmica na administração, justamente neste momento em que o país vive a pior crise econômica, ética e política. “Temos obrigação de contribuir com a sociedade usando ferramentas inovadoras de gestão, para obter, a partir deste esforço, melhores resultados”, concluiu Ceron.

 

O programa

Desenvolvido pelo Sebrae-SC, o programa Cidade Empreendedora tem como objetivo a transformação local pela implantação de políticas de desenvolvimento em várias frentes. Os projetos foram formatados para atender os municípios dentro de cada realidade encontrada.