OMS ALERTA: “METADE DA POPULAÇÃO DA EUROPA DEVE SER INFECTADA EM SEMANAS” – Mesmo assim, há organizações avaliando descaracterizar a crise como pandemia

OMS ALERTA: “METADE DA POPULAÇÃO DA EUROPA DEVE SER INFECTADA EM SEMANAS” – Mesmo assim, há organizações avaliando descaracterizar a crise como pandemia

NO DIA QUE A DOENÇA DEIXAR DE SER PANDEMIA, AÍ É QUE ENTRAM FORTES CUIDADOS ESPECIAIS

Tanto é verdade que a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou nesta terça-feira (11) sobre o atual ritmo de contágios.

O mundo tem batido recordes seguidos em testes positivos e foi a nunciado hoje o último no mundo: quase 3,3 milhões de casos confirmados.

A metade desse recorde é nos Estados Unidos.

E a Europa deve ter a metade de sua população infectada em até oito semanas.

 

MAIS CEDO

SITUAÇÃO SERÁ CRÍTICA!

Serão mais de 10 os desafios na convivência com essa doença.

Entre os cuidados, o principal é a testagem para saber por onde anda o vírus.

E entre as dificuldades para evitar o contágio, um deles é exatamente a angústia da população que a leva para aglomerações; ninguém mais aguenta maior isolamento.

Além disso, há a falsa impressão do fim da pandemia, o que deve ter levado à circulação sem máscara e com vacinação incompleta, ou nenhuma. em shows, festas e estádios de futebol lotados no segundo semestre de 2021. Mas o fato é que crise sanitária não tem data para acabar.

Alguns desafios: ampliação da testagem, surgimento de novas variantes, cansaço da população e falhas na comunicação pública, segundo pesquisadores, podem prolongar a crise sanitária com mais internações e mortes nos próximos meses.

Um sinal disso foi que neste mês o mundo já registrou recordes de novos casos e no Brasil isso já acontece em Belo Horizonte, onde os índices epidemiológicos voltaram a ultrapassar os níveis de alerta dia após dia. Lá foi onde houve maiores concentrações de pessoas em máscaras, em razão da abertura do futebol.

Tendo em vista a variante ômicron já instalada no Brasil e em Minas Gerais e o que ainda as festas de final de ano tenham contribuído para a transmissão do vírus, ninguém mais pode saber de imediato até quando a alta de números deve durar.

 



Politica de Privacidade!