EDITORIAL: O INTELECTUAL DO ÓCIO E DA INUTILIDADE – Aquele do discurso que só enche a barrida do interesse pessoal e do ego.

EDITORIAL: O INTELECTUAL DO ÓCIO E DA INUTILIDADE – Aquele do discurso que só enche a barrida do interesse pessoal e do ego.

O MUNDO ESTÁ CHEIO DAQUELAS FIGURINHAS CARIMBADAS QUE VIVEM COM UM LIVRO DEBAIXO DO BRAÇO, SÓ PARA IMPRESSIONAR. E O PIOR É QUE IMPRESSIONAM!

 

OPINIÃO

Os intelectuais improdutivos

São aqueles do discurso inútil, uns improdutivos proliferadores de frases fabricadas que não enchem barriga, a não ser a deles ou que inflam seu ego.

E o pior é que conseguem impressionar e acabam ocupando espaço, nem que seja só com o paletó no encosto da cadeira.

Alguns conseguem tanta reputação que até viram professor, esse da escola improdutiva, subordinado, criadora de cabeças ideológicas e nenhum líder cabeça coroada.

É por isso que temos dito aqui no Portal que a verdadeira reforma, quem vai fazer é uma educação produtiva, que forme seres preparados, com eficiência, eficácia e competência.

Também a Educação precisa descer do palanque eleitoral e assumir seu verdadeiro papel na Sociedade.

No brasil, o discuso de prioridades nunca desce do palanque. E sabemos que existem quilômetros de distância entre todo discurso e a prática.

HOJE, O MUNDO PRECISA É DE PESSOAS PRODUTIVAS. PESSOAS QUATRO.ZERO (4.0).

E NÓS ESTAMOS ATRASADOS NESTE PONTO.