NEM SABEMOS O QUE CONSUMIREMOS DAQUI 5 ANOS – Futurismo foi tema de palestra no Conexão Serra

NEM SABEMOS O QUE CONSUMIREMOS DAQUI 5 ANOS – Futurismo foi tema de palestra no Conexão Serra

Está no ar aqui no Portal uma a reportagem sobre suplementos alimentares, a nova moda e nova forma de vida e de trabalho do mundo modero. A matéria sustenta a tese de que o mundo muda freneticamente e cria novos hábitos e novas necessidades. A tese é que tudo também está ligado à tecnologia e à modernidade. As pessoas estão cada vez mais visuais por isso. Precisam se inserir no palco da vida com sua imamgem.

Por essa razão que a alimentação está mais direta às células, devido  saúde, à prevenção de doenças e a necessidade de beleza, charme e felicidade. . Numa palestra do Conexão Serra fica bem claro que o futuro já é hoje.

Foi na palestra como atração internacional foi a de Peter Kronstrom, com a tese de que “O futuro de hoje não é o mesmo de ontem”.

O dinamarquês é membro do Conselho Consultivo do Consulado Dinamarquês e do Centro de Inovação Dinamarquês em São Paulo, tem vasta experiência em Gestão de Transição, Cultura Organizacional, Comportamento do Consumidor, Desenvolvimento de Negócios e Estudos Futuros Aplicados.

Saiba mais no conteúdo abaixo disponibilizado pelos organizadores do evento.

ANEXO

Em sua palestra, Kronstrom destaca que o futuro é agora e está sendo criado hoje. “Achamos que o amanhã é o mesmo que hoje e um pouco mais, mas não é. Os cenários mudam e as ideias se transformam”, falou. Como exemplo dessa mudança, utilizou o smartphone, que foi a tecnologia dominante nos últimos dez anos e mudou nossa realidade. “É a última coisa que olhamos antes de dormir e a primeira quando acordamos, mas não sabemos o que vai ser do smartphone na próxima década, se permanecerá com esta importância. É impossível prever qual será  a tecnologia dominante na próxima década”, destacou ele. Sua dica é de que precisamos nos preparar para o futuro. Está em nossas mãos o poder de criar o futuro que a gente quer e para treinar a capacidade de enxergar o futuro, precisamos treinar nossa capacidade de imaginar.

Já nas trilhas de conhecimentos, os profissionais de tecnologia e inovação tiveram acesso a informações sobre segurança da informação, processos ágeis, cultura e estratégia de inovação, desenvolvimento web e teste automatizado. Quem visitou a Feira de Inovação, pode acompanhar apresentações de robôs de Lego, realidade virtual, realidade aumentada, simulador de F1 e face tracker.