NA VIDA É COMO NO JOGO DE XADREZ – No final da partida, rei e peão vão para a mesma caixa (reflexão sobra a pandemia).

NA VIDA É COMO NO JOGO DE XADREZ – No final da partida, rei e peão vão para a mesma caixa (reflexão sobra a pandemia).

E O TEMA É: NINGUÉM É TÃO PODEROSO QUANTO DEUS, O UNIVERSO E A NATUREZA!

Que o diga o susto de 2020 que vem sacudindo as estruturas do mundo e trazendo muita gente soberba à real.

Alguns episódios deste ano deixarão lições antológicas, definitivas e provas cabais de que somos uns pequenos, às vezes com mania de grandes.

No topo de sua arrogância e prepotência, há quem garanta que fabricará pernas biônicas mais perfeitas que as biológicas para as corridas olímpicas. Um bom recurso, então, para ajudar a correr atrás de uma vacina contra o Corona…

Se há uns tão capazes assim e o homem já foi à Lua e já mandou geringonças a Marte, por que as potências do planeta ainda não conseguiram uma arma letal contra um inimigo comum e que pode estar em suas mãos?

Desta vez, diante do o tamanho da ameaça, bem que o processo deveria andar na velocidade da lebre, não da tartaruga.

AGORA OUTRO ALERTA:

Você que é um apaixonado por sexta-feira, lembre-se: o vírus já está se acomodando, mas é bom que você não ache que tudo pode e que as coisas só acontecem com os outros. Sair para trabalhar e tocar a vida é muito importante, ainda assim, com prudência!

Quanto à movimentação social, não vá com muita sede ao pote das futilidades porque a resposta pode ser cruel…

Dá para deixar a prainha, a cervejinha, a festinha e a euforia pra mais depois.

Conscientize-se de que somos frágeis e vulneráveis!…