LULA CONTINUARÁ CANDIDATO COM MAIS 2 RECURSOS – Fachin aceita pedido da defesa de retirada de recurso pedindo sua liberdade

LULA CONTINUARÁ CANDIDATO COM MAIS 2 RECURSOS – Fachin aceita pedido da defesa de retirada de recurso pedindo sua liberdade

AGORA LULA TEM MAS DOIS RECURSOS PARA SER CANDIDATO

A estratégia da defesa foi desistir do pedido de liberdade e evitar que no julgamento em Plenário o STF o considerasse a inelegível já, antes mesmo de o TSE negar o registro.

O ex-presidente Lula cumpre pena em Curitiba e teve seu nome homologado em convenção à como candidato à presidência da República. Sua defesa havia solicitado que o STF lhe cncedesse liberdade para poder ser candidato. Só que num eventual julgamento de recurso o Tribunal pode considerá-lo inelegível.

Após avaliar que o julgamento poderia considerá-lo inelegível agra, a defesa resolveu retirar tal pedido e está pedindo agora que a Segunda Turma do STF julgue o caso.

Na hipótese de ser nagada a candidatura por ferir a Lei da Ficha Limpa, agora há mais duas possibilidades de recurso, na Segunda Turma e depois no STF.

É que se o Supremo julgasse agora este recurso e considerasse o “paciente” inelegível, estariam esgotados todos os recursos, já que seria um julgamento final de última instância.

Em caso de um julgamento na Segunda Turma ainda, caberá recurso ao STF e a candidatura prosseguirá mesmo que sob judis.

Ficou clara então,  a estratégia do PT de manter o nome de Lula como candidato até o prazo final de substituição, dia 17 de setembro. Nessa data seu nome deverá ser substituído pelo de Fernando Haddad, tendo como candidato a vice um nome do PCdoB .

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato, aceitou o pedido de desistência do recurso e o mesmo não irá mais ao Plenário do STF.