LIMITANTES DO CRESCIMENTO – A herança dos governos do PT: gargalos na infra estrutura, bandidos agindo no campo, acrescidas das restrições nas exportações de proteínas

LIMITANTES DO CRESCIMENTO – A herança dos governos do PT: gargalos na infra estrutura, bandidos agindo no campo, acrescidas das restrições nas exportações de proteínas

 

Três problemas que o governo vem sendo rápido em busca de soluções:

Gargalos na circulação da safra de grãos; apoio a entidades no combate aos bandidos assaltantes no campo; e a busca de uma solução urgente para as exportações de frango e de outras carnes..

O Governo Federal, especialmente através da Área Econômica e o Ministério da Agricultura, está agindo rápido para contornar três problemas graves e que podem limitar um pouco o crescimento da Economia: melhores estradas para o escoamento da produção de grãos; parcerias com entidades para combater a ação de bandidos assaltantes no campo e que vem desanimando os produtores; e as negociações para acertar a questão das restrições às exportações de frango e outras proteínas.

A Comunidade Europeia, por exemplo, vem se aproveitando da situação e condicionando a volta das importações por lá, com sobretaxas na entrada de frango e outras carnes. Falam em 15% e até em mais de 20%.

Esses frigoríficos que cometeram novas irregularidades causaram enorme prejuízo ao País. Basta ver a crise no setor depois da segunda operação “carne fraca”: menos empregos e fechamento de unidades. Sem contar o perigo para nós consumidores com a eventual contaminação da carne.

Um prolema gravíssimo na logística para circulação da produção de grãos são as péssimas condições das estradas no Norte do País. Veja o que revelam as fotos que ilustram esta reportagem. Com as chuvas, nas rodovias que levam a produção aos portos do Litoral Norte, formam-se filas quilométricas de caminhões carregados de grãos no escoamento da soja.

Para sobreviver no isolamento, caminhoneiros chegam a trocar soja por comida com os colonos locais. Há casos que o grão estraga e é jogado no atoleiro. Até como forma de facilitar a travessia dos caminhões. Imagina quando o crescimento do PIB for mais que 3%, como está previsto para o ano que vem!