GOVERNADORES DA ESQUERDA NÃO QUEREM DESCER DO PALANQUE – Estão iguais a carecas brigando por causa de pente. Algo sem sentido. Vivem dando tiros no pé.

GOVERNADORES DA ESQUERDA NÃO QUEREM DESCER DO PALANQUE – Estão iguais a carecas brigando por causa de pente. Algo sem sentido. Vivem dando tiros no pé.

Estarão à beira da recuperação fiscal caso não passem as reformas e insistem em ser um bilhete premiado. E pensar que um dia achamos que a esquerda era uma boa tendência mundial que chegara ao Brasil!…

Boa parte dos governadores precisa perceber que existe um novo projeto no Poder em vigência, que o povo o legitimou nas urnas e que a Constituição preconiza a possibilidade de alternância no Poder.

OPINIÃO DO PORTAL

Para ficar só com a maioria dos governadores do Nordeste, já poderemos afirmar que são uma pilha de arrogância. Nem vamos falar no governador da Bahia para não parecer defesa do Governo Federal, diante dos últimos fatos.

Pegaremos só o de Pernambuco e o do Maranhão que ainda não perceberam que seus partidos não estão mais no Poder Central. Estes insistem e não contribuir com as reformas. Ao contrário, desmancham com os pés o que os colegas constroem com as mãos.

Em Pernambuco, basta uma garoa para alagar áreas críticas, morrer gente e causar sofrimento às pessoas. E é um Estado tradicional de governadores e prefeitos petistas ou esquerdistas. Então, pelo discurso, deveria ser a maravilha do Nordeste. Só que é tradição nesses governos o jeitinho, passar a mão na cabeça e fazer vista grossas às improvisações.

No Maranhão, depois que a esquerda pegou o governo, se melhorou em um ponto, piorou em dez. Já há muita gente com saudade da dinastia Sarney.

Sempre é assim: esses governos de esquerda são fechados e vivem da propaganda. Só fazem calo na língua, prometendo muito e não fazendo nada. Em Recife a ocupação do solo urbano nunca recebeu atenção especial. Aí bastam chuvas demoradas que ocorrem os deslizamentos.

ERON PORTAL

Texto: Eron J Silva.

 

,