FALTOU TORNOZELEIRA ELETRÔNICA; SÓ UM DEPUTADO PRESIDIÁRIO COMPARECE; E DEPUTADOS FORAM DANÇAR QUADRILHA.

FALTOU TORNOZELEIRA ELETRÔNICA; SÓ UM DEPUTADO PRESIDIÁRIO COMPARECE; E DEPUTADOS FORAM DANÇAR QUADRILHA.

Nesta sexta-feira o deputado Rocha Loures, aquele da mala cheia de dinheiro, foi liberado para cumprir prisão domiciliar. A decisão da Justiça parece que pegou a PF de surpresa e faltou tornozeleira eletrônica e o parlamentar teve de ficar hospedado por mais uma noite na prisão.

img20130814171731622515

A reportagem da Band News não informou se a falta decorreu de alta demanda no mercado ou porque a PF foi surpreendida pela libertação repentina do parlamentar.

Em caso de todos os investigados do Congresso e do Governo forem cumprir prisão domiciliar a melhor oportunidade para geração de empregos seria uma nova fábrica para aumentar a oferta do aparelho.

Deputado presidiário é único em sessão da Câmara

Uma sessão do Plenário da Câmara nesta sexta foi cancelada por falta de quórum. Único parlamentar presente foi o deputado presidiário, Celso Jacob/PMDB, de Três Rios, Estado do Rio, condenado à prisão por falsificação de documentos dispensa de licitação quando era prefeito em sua cidade. Ele cumpre prisão em liberdade, mas tem de comparecer ao trabalho para não perder a regalia.

O deputado continua no mandato com salário mensal de R$ 33 mil, mais um gabinete com um parente de assessor, mais 24 servidores.

A voz corrente nos bastidores do Congresso era de que a causa principal da fala de quórum teria sido porque grande número de parlamentares foi para as bases, danças quadrilha [de São João]. Também a proximidade do recesso ajudou.