ESPERANÇA DE MAIO! CAEM MORTES, APESAR DE Nº ALTO DE DIAGNÓSTICOS – Já pode ser efeito de vacinas e da direção do vírus às faixas etárias mais novas; com maior imunidade

ESPERANÇA DE MAIO! CAEM MORTES, APESAR DE Nº ALTO DE DIAGNÓSTICOS – Já pode ser efeito de vacinas e da direção do vírus às faixas etárias mais novas; com maior imunidade

 

Foto: pt.dreamstime/Stock

AO CORRER OS OLHOS EM OPINIÕES DE ESPECIALISTAS, LOGO ENCONTRAMOS ALGUMAS RESPOSTAS

 

PODE SER APENAS TENDÊNCIA, MAS É LUZ DE ESPERANÇA

 

                           Os números animadores de hoje (11) podem ser devido ao milagre das vacinas e porque a doença já se dirige às faixas mais novas da população, onde, felizmente, ela não evolui muito para a gravidade. O fato é que neste 11 de maio os números do consórcio de veículos de imprensa apontam para a esperança. Há queda na média móvel de mortes; em nenhum estado houve óbitos subindo; e a tendência nas mortes diárias é de, pelo menos, estabilidade.

Um bom sinal, também, é de que as restrições, mesmo com pesados sacrifícios na renda e no faturamento das pessoas, surtiram algum efeito.

Outros fatos a se comemorar: a proteção que a vacina já trouxe aos grupos de risco; melhorou a observância dos protocolos; e esta época do ano vem ajudando.

Quem mais foi atingidos até aqui pela Covid-19 e que pagou a maior fatia da conta: os heróis mais velhos, vítimas fáceis do vírus, e os negócios dos serviços, que dependem de alta circulação de gente.

Agora resta contar com o bom senso de todos e que haja prudência: que ninguém pense que vacina é bala de prata; que nenhum jovem imagine que é mais poderoso que o vírus; e que os cabeças ocas larguem de achar que prazeres e desfile valem mais que a vida!

É bom lembrar que ainda não estamos livres de uma recaída… uma nova onda.

A responsabilidade tem que ser de todos.

 

NÚMEROS DE HOJE, 11/05:

Registro de diagnósticos positivos: 71.018 (ontem foram em torno de 31,8 mil);

Registro de mortes em 24 horas: 2.275 (número alto, mas pode conter dados represados no fim de semana).

 

AGORA VEJA O BALANÇO:

Sequência da média móvel de mortes: quarta (5): 2.329; quinta (6): 2.251; sexta (7): 2.158; sábado (8): 2.131; domingo (9): 2.092; segunda (10): 2.083; terça (11): 1.980.

 

Números em 11 de maio: total de mortes: 425.711; registro de mortes em 24 horas: 2.275; média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.980 (variação em 14 dias: -17%); total de casos confirmados: 15.285.048; registro de casos confirmados em 24 horas: 71.018; média de novos casos nos últimos 7 dias: 60.605 por dia (variação em 14 dias: +6%).

 

Comportamento da média de mortes nos estados: nenhum estado com mortes subindo; em estabilidade, 7 estados: SE, RJ, PI, SP, MA, MG, PB; em queda, 19 estados e o DF: PR, RS, BA, AL, RR, DF, MT, RO, PE, SC, AP, GO, RN, CE, MS, ES, TO, AC, AM, PA.

Fontes: Consórcio de Veículos de Imprensa/publicação do G1.