ELEIÇÕES NACIONAIS 2022 – Calendário é divulgado pelo TSE; Já há pré-candidatos a presidente com o nome na rua

ELEIÇÕES NACIONAIS 2022 – Calendário é divulgado pelo TSE; Já há pré-candidatos a presidente com o nome na rua

EM PLENA PRÉ–CAMPANHA DE PRESIDENCIÁVEIS, ELEIÇÕES NACIONAIS JÁ TEM DATAS DEFINIDAS

O TSE já aprovou e divulgou o calendário oficial dos principais passos a serem dados pelos candidatos até 2 de outubro do ano que vem.

Calendário das Eleições 2022 é aprovado pelo TSE

Primeiro turno será dia 2 de outubro e eventual segundo turno no dia 30 de outubro

ADMINISTRAÇÕES VIGIADAS

 

IMPORTANTE: “A partir de 1º de janeiro, fica proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da Administração Pública, exceto em casos como calamidade pública, estado de emergência e execução orçamentária do exercício anterior”.

 

VEJA A DIVULGAÇÃO OFICIAL DO TSE

Em sessão administrativa realizada nesta quinta-feira (16), o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, por unanimidade, o Calendário Eleitoral das Eleições 2022.

No dia 2 de outubro do próximo ano, os brasileiros vão às urnas para escolher presidente da República, governadores, senadores e deputados federais, estaduais e distritais. Eventual segundo turno para presidente e governador poderá ocorrer no dia 30 de outubro. As datas correspondem ao primeiro e último domingo do mês, conforme prevê a Constituição Federal. Os eleitos serão diplomados até o dia 19 de dezembro de 2022.

O relator, ministro Edson Fachin, afirmou que o objetivo da resolução é a transparência de todas as fases do processo eleitoral e lembrou que o calendário já começa este ano, uma vez que nesta sexta-feira (17) vence o prazo estipulado para que os tribunais eleitorais anunciem os juízes auxiliares responsáveis pelas representações, reclamações e pedidos de direito de resposta (Lei 9.504/1997, art. 96, § 3º) durante a campanha.

A partir de 1º de janeiro, fica proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da Administração Pública, exceto em casos como calamidade pública, estado de emergência e execução orçamentária do exercício anterior.

O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, agradeceu ao ministro Edson Fachin e aos servidores do gabinete responsáveis pelo “primoroso e exaustivo trabalho que desenvolveu ao longo dos meses para que pudéssemos completar este ano, véspera de ano eleitoral, com todas as resoluções devidamente elaboradas e aprovadas para que possamos ter um quadro jurídico totalmente estável e seguro para a eleições democráticas de 2022”.

 

ELEIÇÕES PASSADAS

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2020 – Fique de olho nos prazos: calendário atualizado até a diplomação e posse dos eleitos.

VEJA AQUI TODOS OS PASSOS DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DESTE ANO. POR EXEMPLO, NESTE SÁBADO, 26, SERÁ O PRAZO FINAL PARA REGISTRO DOS CANDIDATOS.

 

URNAS ELETRÔNICAS JÁ PASSAM POR PREPARATIVOS PARA MAIOR SEGURANÇA DAS VOTAÇÕES.

6hrlljip78_41eqy6c6h9_file

Min. Luís Roberto Barroso, presidente do TSE.

O TSE já conformou e divulgou o calendário oficial das eleições municipais 2020. Veja tudo a seguir: as datas iniciais de cada etapa, a confirmação dos devidos prazos e os dias do 1º e o 2º turnos.

No último dia 11 já foi o prazo final da propaganda partidária. A partir do próximo dia 31 serão realizadas as convenções municipais em todo o Brasil.

Veja tudo no quadro abaixo, numa contribuição da Consultoria Elton, de Lages/SC.

 

WhatsApp Image 2020-08-14 at 12.22.19

WhatsApp Image 2020-08-14 at 12.22.29

WhatsApp Image 2020-08-14 at 12.25.28

WhatsApp Image 2020-08-14 at 12.25.44

WhatsApp Image 2020-08-14 at 12.29.13 (1)

Notícias:

UMA DAS NOVIDADES PODE VIR A SER A OCORRÊNCIA DE MUITAS CANDIDATURAS EM CHAPA ÚNICA.

Em Santa Catarina, onde a pandemia esteve mais grave atualmente, essa ideia vem ganhado força. Exemplo disso é São José do Cerrito, um município essencialmente agrícola, da Serra Catarinense.

Lá, uma das três chapas deve se retirar da disputa, em nome de um consenso.

WhatsApp Image 2020-08-18 at 13.16.31 (4)

Vereador Allier Melo/PP, seis legislaturas, de forte apelo popular, deve retirar sua candidatura pela 3ª via, em nome de um projeto a ser tocado a quatro mãos pelos outros dois.



Politica de Privacidade!