DESPERDÍCIO DE DINHEIRO DO MUNICÍPIO – A Prefeitura de Lages/SC deve ser a que mais paga aluguel no Estado.

DESPERDÍCIO DE DINHEIRO DO MUNICÍPIO – A Prefeitura de Lages/SC deve ser a que mais paga aluguel no Estado.

Vereador David alerta: Cerca de 50% dos órgãos estão em prédios alugados. E o aluguel para a Festa do Pinhão custa uma fortuna no Parque Conta Dinheiro.

Já é hora, portanto, de se construir um Centro Administrativo e o Parque da Cidade e pagá-los com o que gasta em aluguéis de sedes de órgãos municipais e para a realização da Festa do Pinhão.

Cremos que só com os aluguéis de um ano paga o financiamento para a construção de espaços próprios.

SUGESTÃO DO SITE

Logo vem eleição para prefeito e a sociedade precisa ficar atenta e exigir que no plano de governo dos candidatos conste a proposta de construção do Centro Administrativo e do Parque da Cidade.

Mas de qualquer forma o Município vai ter de construir esses espaços, pois os novos tempos do País exigirão isso.

O desperdício de dinheiro público não existirá mais, até porque os serviços do Município continuarão crescendo, o que forçará a exigirá criatividade e administradores com peito para tomar decisões antipáticas, nem que estas atinjam interesses de meia dúzia com poder.

VASTA, ENORME, BEM LOCALIZADA E OCIOSA ÁREA DE PROPRIEDADE DO MUNICÍPIO.

WhatsApp Image 2018-11-20 at 12.49.47

 

Está comprovado com documentos que a área acima onde hoje está o Jockey Clube é da Prefeitura. Veja:

1-JOQUEI RESP.2-1

JOQUEI RESP.-1

1-RESP. CASAN-001

 

Então, é uma área praticamente ociosa, de mais de 90 mil m2, bem localizada, portanto altamente valorizada, que bem que poderia vir a sediar o Centro Administrativo e um possível Parque da Cidade, que abrigaria, também, a Festa Nacional do Pinhão.

Só os valores que o Município desembolsa para pagamento de aluguéis a órgãos da administração e para a realização da Festa Nacional do Pinhão, em pouco tempo pagariam o investimento do Parque da Cidade e do Centro Administrativo.

Trata-se da área onde hoje estão algumas instalações do Jockey Clube, no Bairro Universitário. No espaço do Kart Clube, também com muito poucas atividades, ainda não se sabe para o que servirá. Já poderia ter sido feito lá o Centro Administrativo, mediante permuta por outra área.

Documento expedido pela Secretaria Municipal de Infraestrutura, setor de Planejamento, comprova que a área onde está o Jockey nunca foi registrada em nome dessa entidade e que apenas se poderia ceder a parte onde estão algumas instalações para cavalos, o salão e a raia.

Logo não seria necessidade desapropriação. O IPTU estaria em nome da Prefeitura, portanto pendente de pagamento, como comprova o documento expedido para atender a um pedido de informação.

O responsável pela descoberta foi o vereador David Moro/MDB, após ter aprovado em plenário e encaminhado o Executivo pala Câmara, um pedido de informações. Esse pedido solicitava informações sobre a área de mais de 90 mil m2, onde hoje estão algumas benfeitorias do Jockey Clube. Queria saber, ainda, se a posse é dessa organização ou do Município.

A resposta foi de que praticamente toda a área é de total propriedade da Prefeitura e que até o IPTU original está pendente (em dívida ativa) e que nunca essa entidade colocou tal área em seu nome. Hoje apenas pequena parte é que seira de relativa propriedade do Jockey, ainda assim, talvez por vontade do Município.

No Pedido de Informação o vereador até sugeriu que fosse feita uma permuta por outra área ou uma desapropriação para que ela seja usada na plenitude e com mais interesse público. Também sugeriu que lá seja sediado o Centro Administrativo e até mesmo o Parque da Cidade que abrigaria a Festa Nacional do Pinhão.

SUGESTÃO DO VEREADOR É QUE ESSA ÁREA ABAIXO VENHA A SEDIAR O PARQUE DA CIDADE E O CENTRO ADMINISTRATIVO. SÃO MAIS DE 90 MIL M2.

WhatsApp Image 2018-11-20 at 12.49.47

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..