Desenvolvimento econômico: “cuidar do emprego e da empresa”

Desenvolvimento econômico: “cuidar do emprego e da empresa”

ERON Portal, Lages/SC –

Entrevistei o Secretário do Desenvolvimento Econômico no Encontro dos Amigos. De imediato pude constatar a expectativa sobre sua secretaria através do assédio.

Do estacionamento até o centro do espaço do evento, todos os que ele cumprimentava o paravam para indagar sobre por alguma ação. O Marião já é um político popular, um cidadão que ocupou inúmeros cargos públicos. Imagina agora que está à frete de uma secretaria de ponta. Parecia um “pau de rio”: parva em todo remanso.

Sua pasta está entre as que devem cumprir compromissos de campanha e do pano de governo de Antônio Ceron. É a que deve atuar na geração de emprego e renda, especialmente para quem não tem qualificação.

Ao assumir o cargo, ele fez um estudo, o que tem de recursos humanos, quais projetos que vai desenvolver primeiro, o que pode fazer a mais e principalmente no que deve melhorar.

Inicialmente são dois os desafios: Banco do Emprego e doação de terrenos. Essas duas ações são complicadas, mas são duas idéias iniciais que já delineou nos primeiros dois meses de trabalho. Deve fazer uma reformulação e otimizar a atuação do o Banco do Emprego.

Terá início um trabalho novo. Buscar emprego para quem está aguardando na espera. Não adianta fazer de conta que faz. É preciso deixar de fazer Marketing com a esperança das pessoas.

Uma das iniciativas é capacitar para o candidato ter condições de entrar no mercado de trabalho. Hoje falta qualificação para ser contratado e as empresas precisam de gente que entre já trabalhando.

No setor de geração de novas oportunidades de trabalho a missão é achar uma solução para as empresas que não tem terreno. Mas primeiro deve ser zerada a fila de espera. Começar pelas doações que não tiraram o empreendimento do papel.

Não dá para aceitar a doação de um terreno para que coloquem uma placa e uma guarita. Placa e guarita não geram emprego. São móis de 20 casos em processo de reversão. Haverá um prazo para o começo a implantação da empresa, depois o terreno irá para quem cumprir as regras.

O sucesso na vida privada é parâmetro para a vida pública
O sucesso na vida privada é parâmetro para a vida pública

SAM_7153