CONSÓRCIOS PÚBLICOS DISCUTEM PADRONIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS

CONSÓRCIOS PÚBLICOS DISCUTEM PADRONIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS

O diretor financeiro do Consorcio Intermunicipal Catarinense – Cimcatarina, Fernando Luiz Raldi participou de reunião na sede da Amures manhã desta quarta-feira (10), para discutir a padronização de procedimentos dos consórcios públicos como contratos de rateios, transferências e prestação de serviços.

Criado há sete anos, o Cimcatarina tem como objetivos unir os municípios para formulação de projetos estruturantes de forma consorciada. Ele busca articular a integração, visando o fortalecimento de ações compartilhadas como captação de recursos, prestação de serviços e transparência na aplicação do dinheiro público.

A reunião desta quarta-feira foi para definir as formas de transferência de recursos através dos consórcios públicos. A maneira como realizarão a contabilidade e as prestações de contas.

O contabilista do Consórcio Serra Catarinense – Cisama, Pedro Geovani da Silva, observou que atualmente cada consórcio público faz à sua maneira, os procedimentos técnicos. “É importante essa uniformização de procedimentos, especialmente para prestar contas. Ela exigirá que as empresas de informática se ajustem ao modelo e à forma como serão definidos esses procedimentos”, explicou Pedro da Silva.

Na próxima reunião serão apresentados os modelos praticados pelos consórcios públicos por cada membro da câmara técnica. E num futuro breve será apresentado um modelo único de procedimentos, uma vez que os consórcios públicos têm adesão de um grande número de municípios em Santa Catarina.