CHEGAMOS À INACREDITÁVEL MARCA DAS 400 MIL MORTES POR COVID-19 – É uma doença que não poupa ninguém, é só vacilar

CHEGAMOS À INACREDITÁVEL MARCA DAS 400 MIL MORTES POR COVID-19 – É uma doença que não poupa ninguém, é só vacilar

A MARCA DE HOJE (29) MOSTRA QUE O PAÍS ESTÁ CADA VEZ MAIS DE LUTO!

 

Uma doença traiçoeira e cruel

A pandemia que enfrentamos exige que autoridades repensem ações e que as pessoas se conscientizem do perigo que enfrentamos. É triste que os auto suficientes ou negacionistas não se cuidam e muitos sucumbem. A verdade é que o vírus pega idoso, jovem, pobre, rico, celebridade, autoridade e sumidades em conhecimento. 

 

A dura realidade de tantas perdas é que se observarmos bem, é difícil um de nós que não esteja com saudade de um parente, de um amigo ou de alguém importante em nossa vida.

Pior é que às vezes nem dá tempo ou não dá para se despedir. O que fica é a última imagem que temos, o que aumenta ainda mais saudade!

Para se ter uma ideia das perdas, basta citar alguns nomes conhecidos que tombaram, só nos últimos dias.

Entre tantos famosos que nos deixaram mais recentemente, lembramos os cantores Agnaldo Timóteo e Genival Lacerda.

Entre os políticos, já são três os senadores que se foram. O último deles o Major Olímpio/PSL, de 58 anos.

Em SC, morreu um desembargador: Paulo Ricardo Bruschi, de 60 anos, morreu de complicações da Covid-19, no início da tarde de sexta (23), em Tubarão, Sul de Santa Catarina. A informação foi do Poder Judiciário.

 

ALGUNS POLÍTICOS, BRASIL AFORA QUE SE FORAM

 

O prefeito de Taguaí, Jair Carniato, mais recentemente

Ele é o nono prefeito paulista morto pelo coronavírus, desde o início da pandemia. A lista de políticos vitimados é extensa, dizem as notícias.

Veja:

A doença causou a morte de mais um prefeito no exercício do mandato, no interior de São Paulo. Esse prefeito é de Taguaí, Jair Cariovaldo Carniato ( do PTB). Ele estava com 62 anos e morreu no último dia 16 de abril, após 18 dias internado com sintomas graves. Vereador por dois mandatos, estava à frente da prefeitura pela quarta vez.

Outros casos

Em 7 de abril último foi a morte de João Carlos Rainho (PSDB).Ele era prefeito de Dirce Reis. Em 1º de abril, a foi a vez do prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini (PSD). Em 29 de março, o prefeito o prefeitode Gulararapços, Tarek Dargham (PTB) foio embora.

No ano passado, contraíram coronavírus Antonio Shigueyuki Aiacida (PSD), prefeito de Mairiporã; Benedito da Rocha Camargo Junior (PSD), de Pardinho; Wair Jacinto Zapelão (PSDB), de Santa Clara d’Oeste; Rodrigo Santana Rodrigues (DEM), de Santo Antônio de Aracanguá, e Antônio Carlos Vaca (PSDB), de Borebi, a primeira vítima.