Caso Odebrecht ainda vai derrubar um presidente – Mas é no Peru.

Caso Odebrecht ainda vai derrubar um presidente – Mas é no Peru.

 

O Congresso do vizinho País, o Peru, está abrindo novo processo de afastamento do presidente Pedro Pablo Kuczynski. Ele já escapou do primeiro, quando conseguiu votos até da oposição para barrar o processo.

mw-860

A filha do ex-presidente Alberto Fujimori e mais alguns colegas parlamentares de seu partido e da oposição  livraram o presidente Pablo. Em, troca ele  teria concedido indulto de Natal e perdão a Alberto Fujimori.

Agora está em pauta um novo processo. O Congresso de la já abriu outro processo contra o presidente Pedro Pablo Kuczynski.

Ele é acusado de ter se beneficiado do esquema Odebrecht através do caixa dois de campanha e em engordando suas empresas particulares. O mentante teria sido de cerca de R$ 3 milhões, no período entre 2005 e 2017.

Nesse período a  Odebrecht atou forte no Peru e também inaugurou lá o método de captação de contratos de obras através da propina a autoridades. Isso comprova o que já dissemos em matéria anteriores: a corrupção através da propina é o novo produto tipo exportação do Brasil. Sempre fomos líderes de mercado com produtos tradicionais como café, soja, minérios e outros, que são commodities que sustentam nossa economia.

Agora as grandes empreiteiras lançaram esse novo produto, a corrupção através da propina em obras públicas que se poderia considerar e nova jabuticaba brasileira. Diz-se popularmente que tudo aquilo que tem só no Brasil é uma jabuticaba, fruta que só dá por aqui.