ATÉ O ANO PASSADO FALTAVA DISCIPLINA EM ESCOLAS E NO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO – É preciso despolitizar e retirar elementos partidários de lá.

ATÉ O ANO PASSADO FALTAVA DISCIPLINA EM ESCOLAS E NO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO – É preciso despolitizar e retirar elementos partidários de lá.

RECHEADO DE CABOS ELEITORAIS E IDEÓLOGOS, O MINISTÉRIO VIROU UM TIME DE FUTEBOL ONDE OS JOGADORES DERRUAM O TÉCNICO A HORA QUE QUEREM.

Faltava disciplina em tudo neste País. Isso é porque a ideologia e as contradições à própria natureza desorganizaram o sistema educacional e os comportamentos.

É que a questão ideológica precisava produzir adeptos ao projeto de poder de longo prazo que pensaram nos últimos três governos.

Era preciso criar apaixonados pela ideologia socialista. Passar a mão na cabeça de pais e filhos era necessário. Então, hoje, alunos fazem de conta que estudam e professores fazem de conta que ensinam. E surgiu uma legião de apaixonados pelo sistema do partido que administrou o País nos últimos 13 anos.

Para muitos pais também interessou a desordem do sistema educacional. Que a escola eduque nossos filhos, devem estar pensando muitos. Quer dizer: a família terceirizou à escola mais a tarefa de educar a criança, o que deve ser feito no berço.

O resultado, no entendo, foi que a criatura se voltou contra o criador: a escola. Professores em depressão e em tratamento de saúde devido ao insucesso em salas de ala. Sem considerar os casos de violência com agressões graves contra professores, diretores e colegas.

Só para citar alguns casos: um professor foi espancado por alunos num CIEP do Rio de Janeiro. Em Volta Redonda, também nesse Estado, alunas brigam e adultos assistem a tudo sem fazer nada.

Como uma fera, uma aluna espanca a colega e por fim pisa no pescoço, quebrando-lhe a coluna. Foi morte instantânea! E por aí vai.

Igual aos dois casos acima, daria para encher páginas citando violência em escolas, em todo os Estados Brasileiros. Tudo consequência do sistema que também está doente.

Está faltando disciplina em tudo: da comunidade à escola e o trânsito. Portanto, agora há uma luz no final do túnel da escuridão dos tempos, até  mesmo da violência crescente. Está se pensando uma educação produtiva.

Anime-se! Vai ser na escola que terão início as reformas. É de lá que irão sair os seres humanos com mais preparo para se promover a revolução moral, ética, dos costures, política e do preparo pessoal e profissional para a para a produção das riquezas. Hoje muitas escolas produzem mais malucos que seres humanos de bem.

É como diz Érico Veríssimo em sua obra Olhai Os Lírios do Campo: “De que adiantará construirmos arranha-céus, se daqui um pouco não teremos mais seres humanos para colocarmos dentro deles?”

ERON PORTAL.

……………….