A tragédia da Boate Kiss. Fomos lá conferir como está hoje: tristeza, desolação e revolta. Vem acontecendo algo inédito: as vítimas agora podem virar culpadas

A tragédia da Boate Kiss. Fomos lá conferir como está hoje: tristeza, desolação e revolta.  Vem acontecendo algo inédito: as vítimas agora podem virar culpadas

Ao chegarmos a Santa Maria/RS, não foi difícil encontrar imagens das vítimas da Tragédia da Boate Kiss. Um painel traz as fotos de todos. É na Praça da Igreja Matriz, ponto de intensa visitação diária e de vigília todo dia 27, “aniversário” da tragédia ocorrido no dia 27 de Janeiro de 2013.

Não há como a gente não se emocionar ao ver tantos rostinhos jovens, cheios de vida e sonhos que se foram. As pessoas que olham e fotografam demonstram perplexidade diante de tamanha fatalidade para essas pessoas.

Só que muitos que viram de perto o incêndio, não concordam e dizem que essa fatalidade tem outros significados: ganância, negligência e irresponsabilidade.

Hoje nenhum acusado está preso e muitos pais estão sendo chamados à responsabilidade por causa das manifestações. Quem pegou muito pesado nas passeatas agora está sofrendo as conseqüências. Quem empunhou cartazes, gritou palavras de ordem, especialmente exigindo mais ação agora está dando explicações.

Um dos casos é o da família Silva, hoje integrante da Associação das Famílias das Vítimas da Tragédia de Santa Maria (AVTSM). Ela também é alvo de uma ação que vem sendo movida contra familiares das vítimas.

Mas tudo já está sendo amenizado, porque a opinião pública não entende muito bem a possibilidade de vítimas virem a ser transformadas em acusados ou rés.