QUAL A ORIGEM DO NOSSO SUBDESENVOLVIMENTO, SINÔNIMO DE MISÉRIA E IGNORÂNCIA? – Já nascemos derrotados para herdar o Reino dos Céus?

QUAL A ORIGEM DO NOSSO SUBDESENVOLVIMENTO, SINÔNIMO DE MISÉRIA E IGNORÂNCIA? – Já nascemos derrotados para herdar o Reino dos Céus?

O FATO É QUE FOI BEM NESSA ESCOLA DE BERÇO QUE FOMOS ESTIMULADOS A CULTUAR A POBREZA E A MISÉRIA.

E isso também vale para o País, sempre explorado, saqueado e subserviente…

Quer dizer, sempre fomos condicionados a ser um fracasso, a caminhar olhando pelo retrovisor, pensando pequeno. Com essa mentalidade o sujeito é conduzido a ser um perdedor.

Mas há como ele sair do condicionamento a que foi submetido já a partir do nascimento, assim como o Brasil. Treinamentos, muitos treinamentos positivistas.

 

OPINIÃO

LOGOMARCA-ERON-PORTAL-GRANDE

O SUBDESENVOLVIMENTO AQUI EMBAIXO E O SUPER DESENVOLVIMENTO LÁ EM CIMA – Tudo pode ter a ver com o modelo e a filosofia da colonização recebida.

“MEDE-SE A MISÉRIA E A IGNORÂNCIA DE UM POVO PELO TAMANHO DA TORRE DA IGREJA”/GANDHI.

Há quem diga que a diferença entre a vida nos Estados Unidos e no Brasil está relacionada, em parte, com o modelo e com a filosofia da colonização que nós recebemos: mais assentada na Fé Católica do que no trabalho e na determinação para vencer. Quase nada na busca da riqueza, do conhecimento e da qualidade de vida.

Enquanto aqui se colocou na cabeça das pessoas que dos pobres será o Reino dos Céus, nos Estados Unidos chegou gente para construir um país próspero, fundado com base no trabalho, na determinação e na fibra, pensando na parábola dos talentos.

Tanto é verdade que a Igreja Católica prega sempre que é mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha que um rico entrar no céu.

Não que condenemos isso. Entendemos que a Fé, o temor a Deus e a crença na vida eterna são fatores fundamentais como freio à maldade humana. Seguramente muita gente não mata ou judia mais o semelhante por temor ao fogo do inferno e muito menos por medo da polícia e da toga que encaminham os malvados e os malfeitores à prisão.

Mas por outro lado essa mentalidade do apego à pobreza, na esperança de uma compensação com os céus depois da morte, é uma filosofia criadora de criaturas acomodadas que ficam a vida inteira terceirizando para Deus a busca de soluções para sua vida.

Sou católico, temente a Deus e faço minhas orações, porém, a minha maneira. Mas creio que Deus nem aprove muito quem não se esforça para dar dignidade e um futuro melhor a sua principal propriedade: a vida!

ERON PORTAL

Onde controla assessorias.

Texto: Eron J Silva.

 

ANEXO:

Quase igual, em 1500 e  hoje…