UM MERCADO COM PARTE DA HISTÓRIA DE LAGES – Espaço emblemático e de raízes

UM MERCADO COM PARTE DA HISTÓRIA DE LAGES – Espaço emblemático e de raízes

DOIS ESPAÇOS PÚBLICOS DE LAGES SÃO EMBLEMÁTICOS: O MERCADO PÚBLICO E A PRAÇA DO TERMINAL.

O Mercado público lembra as raízes de Lages e região da Serra Catarinense. Mas foi no Mercado Velho, onde está o Terminal Urbano, hoje Praça Vidal Ramos Sênior, que tudo começou. Lá teve início a História dos produtos típicos da  Serra e a história do produtor artesanal.

Lançada há duas semanas, já está em andamento a a restauração do Mercado Público.  “Será restaurado no todo e reformadas as estruturas interna e externa, sem a estrutura perder as suas características originais” disse o engenheiro Flávio Granett.

Saiba mais detalhes técnicos e da execução da obra no texto a seguir, disponibilizada pela Secretaria Municipal de Comunicação Social.

ANEXO

Vencedora da licitação pública aberta pela Prefeitura de Lages, através da Secretaria de Planejamento e Obras, a empresa Terra Engenharia é a responsável pelas obras de restauração, reforma, revitalização e ampliação do Mercado Público Municipal, contrato no valor de mais de R$ 6 milhões.

Segundo o engenheiro Flávio Augusto Granetto, o cronograma de trabalho é de 12 meses. “O Banco de Alimentos sairá daqui para um prédio próprio que será construído no bairro Conta Dinheiro e a licitação para esta nova construção será aberta no dia 19 de junho”, disse o engenheiro.

Já o secretário de Planejamento e Obras, Claiton Bortoluzzi garante que o Banco de Alimentos será retirado do local brevemente, para que o cronograma de obras não seja alterado.

As obras no Mercado Público compreendem a ampliação de três baias, junto com uma praça de alimentação com pequeno auditório e palco para apresentações artísticas e culturais, ocupando atual área de estacionamento, na parte de trás do histórico prédio. “Parte da cobertura será reconstruída e parte dela permanecerá a mesma que já existe. Será restaurada e reformada a estrutura interna e externa, sendo que esta não perderá as suas características originais”, explica Flávio Granetto.

Segundo Claiton Bortoluzzi, além dos boxes para a realização da feira tradicional de venda de produtos coloniais, será instalada restaurante, barbearia, lanchonete, peixaria e casa lotérica.

“Esta restauração e ampliação segue toda a ideia original do projeto vencedor do concurso. Nossos técnicos fizeram as adequações necessárias e conseguimos melhorar e aperfeiçoar alguns detalhes”, ressaltou.

Fotos: Marcelo Pakinha e Ary Barbosa