SALVADOR ESTÁ COM SINTOMAS DE “TRAGÉDIA MANAUS” – Tudo indica uma onda “Covid-Carnaval” na Bahia, porque Estado e Prefeituras tardaram em agir

SALVADOR ESTÁ COM SINTOMAS DE “TRAGÉDIA MANAUS” – Tudo indica uma onda “Covid-Carnaval” na Bahia, porque Estado e Prefeituras tardaram em agir

O COMPORTAMENTO DE GRANDE PARTE DOS SOTEROPOLITANOS DURANTE O CARNAVAL PODE TER CONSEQUÊNCIAS GRAVES

 

No limite físico e emocional

Tudo nos leva a crer que médicos e técnicos de saúde já estejam trabalhando no limite, físico e emocional. Oxalá todo o sistema de atendimento hospitalar também não caminhe para o mesmo quadro e o iminente risco de colapso, na Bahia

 

party-4950504_960_720

Qualquer um que conheça um pouquinho do que seja uma pandemia teria condições de prever que as condições que ofereceram para “brincar  livremente o carnaval” seria tudo o que o vírus queria para se proliferar.

Decretar medidas mais duras só agora, depois das exageradas aglomerações durante o carnaval na Bahia, mais especialmente em Salvador, parece-nos querer colocar a tranca depois da parta arrombada.

Se as imagens que vimos nas redes sociais e na mídia como um todo, com aglomerações homéricas e o desabafo de médicos e técnicos não forem Fake, o governador da Bahia e o prefeito de Salvador e de outras cidades negligenciaram ao não decretar toque de recolher antes do carnaval.

Por outro lado, artistas baianos ricos também tem sua parcela de culpa, já que andaram realizando live de carnaval online, fato que só estimulou os foliões a sair às ruas e o surgimento de inúmeros eventos carnavalescos clandestinos.

Cidades como Ilhéus, Feira de Santana e Salvador agora começam a viver momentos dramáticos.

É provável que por medo de adotar medidas antipáticas, impopulares, as autoridades contribuíram para que agora cidades como Salvador, Recife e Fortaleza estejam correndo o mesmo risco de Manaus.