PELÉ: UM ANO LUZ NA FRENTE – É um ser que parece acima dos mortais… Ele redefiniu o impossível…

PELÉ: UM ANO LUZ NA FRENTE – É um ser que parece acima dos mortais… Ele redefiniu o impossível…

PELÉ 80 ANOS!

PARA ADMIRADORES DO REI PELÉ: “NA SEXTA SE PODERIA DIZER QUE FOI NATAL EM SANTOS E EM TRÊS CORAÇÕES!”

52330948_303

 

Deus realmente é perfeito: para ensinar que não se pode discriminar, escolheu o Pelé, que além da raça, também enverga o fardamento da humildade para nosso eterno rei!

 

Diz o Mão Santa – Oscar Shmidt – que “aquele que salta até 10 cm abaixo dos 3m10 cm da cesta, começa a jogar basquete; aquele que salta até a altura da cesta, é um bom jogador de basquete; e quem salta 10 cm acima da cesta, joga em qualquer time do mundo. Logo, a distância entre o medíocre e o de sucesso absoluto é de apenas 20 cm”.

Para nós aqui do Portal, então quem faz mais de 1.200 gols – momento do êxtase no futebol – e que tem qualidades e vida e irretocáveis, só pode ter a coroa de um rei mesmo.

Também para nós, Pelé é um ser daqueles que se confundem com seres e entidades que estão acima dos mortais: ele foi assim em vários momentos da vida, por isso vai ser um eterno Rei.

Pelé foi capaz de redefinir o impossível!

 

NOS TEMPOS DE SANTOS AS VIAGENS, MUITAS VEZES, ERAM DE TÁXI

Imagina só uma delegação de super craques atuais viajando em 5 táxis! Ou treinando num potreiro, ao lado de cavalos e vacas, enquanto consertarem os veículos?!…

 

1958-Lula-Feijó-Dalmo-Zito-Fioti-Urubatão-Manga-Laércio-Hélvio-e-Getúlio.-Dorval-Hélio-Álvaro-Afonsinho-Pagão-Guerra-Pelé.-Pepe-e-Macedo-massagista-2

O Pepe conta que em jogos na capital, o time vinha de Santos em 5 táxis fretados. As viagens dos jogos do Paulistão eram até o Pacaembu, a Rua Javari do Juventus, Campinas ou no máximo até Ribeirão Preto.

Certa vez, pifaram alguns dos carros e ficaram na estrada. Pelé e Pepe comandaram um “dois toques”, na grama de uma invernada, durante o conserto dos carros.

Num amistoso na África, o jogo foi com a seleção local de um país em guerra civil. Um acordo parou a guerra até verem o Pelé, Pepe, Gilmar e companheiros jogar.

 

EPISÓDIOS NA COPA DE 70

Em 70, no México, Pelé deu alguns de seus belos exemplos: nem ligou para escorpião no quarto; não reclamou de bife de carne de pescoço; e nunca revidou faltas de adversários em campo. Afinal, precisava liderar e mostrar que tudo precisaria ser feito em nome da coquista do Tri.

Deus realmente é perfeito: para ensinar que não se pode discriminar, escolheu o Pelé, que além da raça, também enverga o fardamento da humildade, para nosso eterno rei!

 

ALGUNS ÍDOLOS ATUAIS DEVERIAM EXPERIMENTAR UMA CAMA COM ESCORPIÃO POR PERTO E COMER UM FIFE DE CARNE DE ONDE VAI A CANGA DO BOI: O PESCOÇO.

As confidências de Revelino

Os atuais ídolos do futebol “empresa individual”, super valorizados pelo mercado da bola, cheios de bossa e visual extravagante e excêntricos, bem que poderiam ver o vídeo em que o Craque Rivelino (70) fala, emocionado, sobre o Rei Pelé.

Só imagino ídolos atuais passando um mês de preparação no país da Copa, como a seleção de 70 passou no México. Morou em concentrações com escorpião debaixo da cama, comeu bife de carne de pescoço, tudo isso depois de enfrentar uma eliminatória selvagem, aqui na América do Sul…

Pelé nunca reclamou de nada. Picava o bife duro bem miudinho e antes de se deitar apenas vistoriava a cama, temendo os escorpiões que habitavam o castelo concentração.

Esse é o verdadeiro rei!

Com certeza os reis do futebol de hoje trariam muitas desculpas na bagagem para justificar uma eventual frustração  no Qatar 2022!

 

01rivellino

 

20170607165657_0

………….

Mundial de 2022

 

250px-2022_FIFA_World_Cup

The Pearl of Doha in Qatar aerial view
Fonte: The Pearl of Doha in Qatar aerial view