MINISTRO BARROSO DETERMINA ABERTURA DA CPI DA COVID NO SENADO – Relatório deve ser lido nesta terça (13) e poderá englobar uma nova CPI, incluindo governadores e prefeitos

MINISTRO BARROSO DETERMINA ABERTURA DA CPI DA COVID NO SENADO – Relatório deve ser lido nesta terça (13) e poderá englobar uma nova CPI, incluindo governadores e prefeitos

NÃO HAVIA SIDO ABERTA NENHUMA DAS CPI’S APRESENTADAS POR ENTENDIMENTO DA CASA DE QUE “PRIMEIRO SE DEVERIA GASTAR ENERGIA CONTRA A PANDEMIA”

Parece que o combate à pandemia da covid-19 irá se resumir numa guerra de CPI’S.

 

Presidente do Senado prometeu cumprir a ordem  judicial

 

50724072608_da1e796d31_k-1024x682

 

                     O presidente Rodrigo Pacheco, do Senado, disse que já iniciou os procedimentos para a instalação da CPI que acontece nesta terça-feira. Mas criticou a decisão do ministro, porque “neste momento a preocupação do Congresso é mais com o combate à pandemia e o empenho em busca de mais vacinas, algo quer exige a união de todos os poderes”. Tanto que já há um comitê, reunindo os três poderes, para melhorar a performance do combate à pandemia. “Uma CPI, agora, só desvia as atenções e pode virar um palanque político”, argumentou. 

A CPI contesta a condução da pandemia pelo Governo Federal. E a decisão do ministro foi porque o pedido cumpre todos os requisitos para tal: havia 31 assinaturas a favor da CPI, sendo necessárias 27; e o prazo certo; além disso, há o fato determinado; e é direito das minorias cobrar e pedir essa investigação.