MEGA OPERAÇÃO DE LOGÍSTICA AÉREA BUSCARÁ COMPRAS NA CHINA – Voos internacionais vão fazer escalas na Arábia Saudita.

MEGA OPERAÇÃO DE LOGÍSTICA AÉREA BUSCARÁ COMPRAS NA CHINA – Voos internacionais vão fazer escalas na Arábia Saudita.

DE SÃO PAULO SAIRÃO VOOS PARA TODO O PAÍS COM ESQUIPAMENTOS. PRIORIDADES: FORTALEZA, MANAUS E DISTRITO FEDERAL.

A FOTO É DO ROTEIRO FEITO PELA FAB QUE FOI BUSCAR BRASILEIROS NA CHINA.

Aqui dentro a operação será ainda maior. A urgência exige transporte aéreo. Por via rodoviária, um caminhão pode percorrer até 3 mil km, já que o Brasil é um País Continente.

Na entrevista coletiva de hoje à tarde o ministro Henrique Mandetta anunciou que serão enviados 40 voos ao exterior, especialmente à China, buscar as compras que o  ministério fez para enfrentar a Pandemia do Coronavírus.

Destaca que o maior desafio foi conseguir comprar testes, respiradores, EPIs (equipamentos de proteção individual) para enfermeiros e médicos, máscaras e outros insumos.

Respirador é um item que vale ouro, pois todos os países querem comprar. Está em falta no Brasil. Mas já está viabilizada nova compra.

Novidade é a produção interna, em montadoras e outras indústrias.

Na coletiva de hoje o Ministério da Ciência e Tecnologia anunciou uma linha de crédito para financiamento a empresas que desejem fazer a adaptação do seu sistemas de produção voltado para a fabricação de respiradores e EPIs.

 


 

POSTAGEM ANTERIOR

 

POSTAGEM ANTERIOR. IRONIA DO DESTINO, EUA E CHINA AGORA DEPENDEM UM DO OURO – Brasil irá mandar aviões à China buscar testes, insumos e equipamentos.

ESTADOS UNIDOS E CHINA DIALOGANDO. QUEM DIRIA! DUAS POTÊNCIAS INIMIGAS AGORA CONVERSAM E TROCAM SOCORRO.

Norte americanos já estão enviando 23 aviões à China buscar testes, insumos, equipamentos e máscaras para segurança de técnicos da saúde hospitalar comprados.

A China é o principal produtor mundial de testes, equipamentos médicos-hospitalares como respiradores, equipamentos de segurança de profissionais da saúde, UTI, máscaras e outros.

Esses produtos se tornaram líderes de mercado este ano devido ao vírus. Os países mais ricos chegam antes e compram tudo, consequentemente, os emergentes e aqueles do Terceiro Mundo ficam em segundo plano, sem nada.

A verdade é que já se sabe de verdadeiros leilões de alguns equipamentos e testes, nessa relação demanda e oferta.

Nesta semana, por exemplo, os Estados Unidos estão enviado à China 23 aviões cargueiros buscar o que já está comprado e à disposição.

Ontem o Ministro Mandetta disse que os ministros envolvidos na campanha irão desenvolver uma ação de emergência e enviar aviões à China, onde está fechada a aquisição de insumos e equipamentos médio-hospitalares para enfrentar o pico da pandemia que deverá ocorrer no fim deste mês.

Esse plano já vinha sendo pensado desde que a doença virou pandemia. Já foram aviões a Wuhan/Chi buscar brasileiros. Veja o roteiro na foto.